Inconformada com os atos cruéis de Josiane (Agatha Moreira), Maria da Paz (Juliana Paes) vai começar a buscar respostas a respeito dos motivos para a filha ser como é. A ideia de procurar por um profissional, no entanto, partirá de Marlene (Suely Franco), que vai se lembrar do fato de que a ex-colega de trabalho Linda (Rosamaria Murtinho) possui formação em psicologia.

Linda, entretanto, afirmará que, embora tenha feito pós-graduação na área, nunca chegou a exercer a profissão.

Porém, a profissional dirá que quando Marlene lhe contou a respeito das ações de Josiane, ela conseguiu chegar a uma conclusão a respeito das motivações da aspirante a blogueira.

Maria da Paz pedirá para que ela explique as suas conclusões e ouvirá de Linda que Josiane tem algum tipo de distúrbio mental. Entretanto, psicóloga afirmará que se baseando apenas no que sabe, não consegue fechar um diagnóstico definitivo, embora alguns indicativos apontem para uma possível psicopatia por parte da vilã.

Sem entender, Maria da Paz questionará se a sua filha é doente. Linda, então, afirmará que Josiane parece não possuir sentimentos relacionados aos outros e tampouco ser capaz de demonstrar empatia em momentos que envolvem a dor de outras pessoas. Maria concordará que a sua filha não possui sentimentos e ressaltará que está decepcionada com ela.

Psicopata

Aprofundando-se um pouco mais em seu diagnóstico preliminar, Linda dirá que existem diversos níveis de psicopatia.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Novelas

Além disso, ela contará à confeiteira que, normalmente, ela se manifesta em homens e que quando surge em mulheres, isso se dá de maneira mais sutil. Entretanto, casos de psicopatas do sexo feminino existem.

Posteriormente, a psicológica relembrará que Josiane roubou a fábrica e depois de tirá-la de sua mãe, não demonstrou qualquer tipo de sentimento por Maria da Paz. A boleira, então, concordará e acrescentará que a vilã ainda foi capaz de dizer na sua frente que tinha um caso com Régis (Reynaldo Gianecchini).

Essa conversa levará Maria da Paz a refletir novamente sobre o motivo pelo qual não conseguiu perceber antes que estava sendo enganada por Josiane. Ela também voltará a dizer que só pode ser burra por não ter conseguido encarar os fatos antes que eles estivessem completamente expostos.

Entretanto, Marlene procurará consolar a amiga dizendo que mãe nenhuma pensaria isso a respeito da própria filha.

Sem citar nomes ou datas, a ex-professora vai rememorar o caso de Suzane von Richthofen, que assassinou os seus pais no ano de 2002. Ela dirá a Maria que os pais da condenada, possivelmente, também não pensavam que a filha seria capaz de tirar a sua vida.

Linda vai intervir na conversa afirmando que mãe nenhuma seria capaz de pensar nisso, ainda que o seu filho fosse dissimulado. Explicando um pouco além, a psicóloga dirá que existe uma grande distância entre psicopatia e dissimulação.

As cenas descritas vão ao ar no capítulo dessa sexta-feira (23).

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo