Lara Tremouroux, que ficou conhecida por atuar na primeira temporada da famosa série global “Filhos da Pátria”, está chamando a atenção após uma declaração feita nesta segunda-feira (23), durante o lançamento da segunda temporada da série. Porém, a declaração feita pela atriz não envolve sua vida profissional, mas sim, pessoal.

A atriz, que já viveu um romance com a estudante de biologia Bia Novaes, disse agora estar em uma relação com o diretor Philippe Noguchi.

As declarações foram feitas por Lara ao colunista Leo Dias, do portal UOL. Tremouroux afirmou ser alvo de muitas críticas devido a sua bissexualidade e se refere às pessoas que a julgam como “polícia da sexualidade alheia”.

Lara diz que tais pessoas veem necessidade de colocar todo mundo em caixinhas e revela que agora que está namorando um homem recebe perguntas do tipo: "ué, você não era isso? Ou aquilo?".

A atriz diz que a sexualidade de uma pessoa é livre, e mais, revela ter a sorte e o privilégio de ter uma família que sempre a apoiou. Desta forma, Lara disse sempre ter vivido seus relacionamentos livremente, sem nenhum impedimento de sua família.

Ainda durante a entrevista, a atriz revela que já tentou por diversas vezes se rotular. Contudo, sem sucesso, Lara acha que hoje não podemos mais nos rotular.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Seriados

"Mudamos", declarou a atriz, que ainda disse que tudo é possível.

Após revelar não conseguir se rotular, Lara explica que isso não significa que ela está confusa ou algo do tipo: "não é sobre isso". A atriz diz que a sexualidade não define o caráter de uma pessoa e que sempre teve o conhecimento disso. Por fim, Lara diz tentar levar com leveza, resguardando algumas coisas apenas para si mesma.

'Filhos da Pátria': Lara fala da 2ª temporada

Em agosto, Lara Tremouroux falou um pouco sobre a série "Filhos da Pátria", que dará um salto gigantesco em sua segunda temporada.

Isso porque a série global passará a retratar os anos 1930, pós-Revolução. Contudo, a produção ainda tratará de assuntos polêmicos, como corrupção, política e machismo.

Para a atriz, tais assuntos são de grande valor da série global. "É muito gostoso trabalhar nessa série", declarou a atriz, que completa dizendo ser incrível poder falar de assuntos que ainda são muito vistos nos dias atuais, mesmo se tratando de uma produção de época.

Lara aproveitou também para elogiar seus colegas de elenco, como Fernanda Torres, Alexandre Nero e Johnny Massaro. Isso porque a atriz se diz tímida, e assim, se sente mais a vontade ao contracenar com pessoas que já conhece. "Admiro os três profundamente", elogiou.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo