A cegueira de Maria da Paz (Juliana Paes) em relação à filha Josiane (Agatha Moreira) parece ter chegado ao fim. Tudo vai acontecer quando ela for visitar a filha na prisão, a boleira receberá um pedido para mentir em seu julgamento. Porém, cansada das armações de sua filha, Maria se recusará e irá dizer que a vilã terá que pagar por seus atos, mostrando que ela não é mais cega quanto às atitudes da filha.

Essa cena vai ao ar após Jô ser desmascarada e acusada por Téo (Ranier Cadete) pelo o assassinato de Jardel (Duio Botta). Téo sofrerá um atentado e ficará muito ruim no hospital, porém, ele vai se recuperar e entregará à polícia a fotografia que mostra a megera empurrando o mordomo. Josiane será presa e Régis (Reynaldo Gianecchini) será inocentado.

Diante de sua situação ruim, a personagem de Agatha Moreira tentará colocar toda sua família para depor a seu favor, mas somente Evelina (Nívea Maria) irá mentir para protegê-la. Amadeu (Marcos Palmeira) e sua mãe não aceitarão fazer parte da farsa.

A conversa

Durante o encontro na cela da prisão, Maria irá esbravejar com a filha e a proibirá de chamá-la de “mãezinha”, dizendo sentir arrepios quando é chamada assim. Do outro lado, Jô irá expor seu lado falso falando que ainda é sua filha, apesar de errar algumas vezes.

Maria rebaterá dizendo que a acusação de assassinato é muito grave e que ela soube que Josiane também tentou matar Téo.

A aspirante a influenciadora defendeu-se falando que não tentou matar ninguém e ainda apela para o emocional a chamando de “mãezinha” novamente.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Novelas Televisão

Diz que a confeiteira precisa ajudá-la em depoimento no tribunal e coloca-se como inocente em toda história.

O plano de Jô é fazer com que a mãe, que tem uma boa reputação, diga que no dia da morte de Lucas (Kainan Ferraz) ela esteve em casa e não saiu hora nenhuma.

O álibi de Jô

Maria da Paz irá ouvir a filha dizer que, fora a fotografia tirada por Fabiana (Nathalia Dill), não existe nenhuma outra prova que a ligue ao crime, e finaliza falando que conta com o apoio da família para sair dessa e que poderia “criar uma história”.

Após ouvir isso, a boleira ira se descontrolar e começará a gritar afirmando que tinha acreditado que seu ex-marido era o assassino, pois não queria ver a verdade. Mas que agora não iria fechar mais os olhos para as mentiras da filha.

A confissão

Por fim, após ver ser inútil seu “teatro”, Josiane irá confessar o crime e ainda deixará claro que se arrepende somente de não ter pego todo o dinheiro da mãe.

Diante desses absurdos, Maria diz que agora vê quem ela realmente é e que o seu sangue é de gente ruim mesmo.

Após essas cenas fortes, Maria será consolada por Joana (Bruna Hamú) e dirá que queria ela como filha: "eu queria que a Josiane fosse tudo que cê é".

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo