O momento em que Maria da Paz (Juliana Paes) dará o seu testemunho no tribunal promete ser um dos momentos mais dramáticos e tensos desta reta final de "A Dona do Pedaço". A boleira estará no local para poder dar o seu depoimento a respeito dos assassinatos da qual Josiane (Agatha Moreira) está sendo acusada.

Em um momento bastante dramático e triste, Maria da Paz se desesperará e gritará dentro do tribunal que ela é a culpada pelos assassinatos cometidos pela filha. Aos prantos, diante da situação toda, a boleira se mostra em total desespero, o que fará com que o júri fique muito surpreso com toda a situação.

Depoimento de Maria da Paz

Durante seu depoimento, a boleira estará muito emocionada e acredita que errou como mãe ao educar sua filha, dizendo que não soube como criar ela e que ela que deverá ser presa por isso. Maria da Paz não aguentará a pressão do momento em que verá sua filha nesta situação e deixará o júri surpreso ao pedir para que ela seja condenada pelos crimes, devido à sua falha na criação da filha.

Em seguida, ela pedirá para que Josiane diga que tudo é mentira e que ela levantará do banco onde está para poder abraçar a filha. Fria como sempre, a patricinha fracassada dirá que este é um plano da mãe para poder lhe derrubar.

O julgamento da megera começará no capítulo que vai ao ar no dia 9 de novembro.

No momento em que Maria da Paz se sentar no banco das testemunhas, todos os detalhes a respeito das acusações feitas contra Josiane já terão sido expostos pelos policiais responsáveis pela investigação dos crimes cometidos pela vilã.

As testemunhas

Também serão chamados para o banco de testemunhas um amigo e a irmã de Lucas (Kainan Ferraz), além de Kim (Monica Iozzi), Fabiana (Nathalia Dill), Evelina (Nivea Maria) e Téo (Rainer Cadete).

O fotógrafo, inclusive, aproveitará o momento para poder relembrar a respeito da tentativa de assassinato da vilã contra ele.

Maria da Paz irá usar o seu espaço para poder falar também a respeito dos motivos que a levaram a perder tudo, que foram todos relacionados à filha, e também relembrará a respeito do momento em que descobriu que Josiane dormia com seu então marido na época, Régis (Reynaldo Gianecchini).

O advogado de Josiane, no entanto, terá muito trabalho para conseguir controlar sua cliente, que não se cansa de ser mimada até mesmo quando estiver por baixo. Isso porque a patricinha decadente dirá inúmeras vezes que nunca teve orgulho de ter uma mãe boleira.

A fala será rebatida por Maria da Paz, que relembrará que tudo o que ela conquistou para poder dar para a megera foi devido aos bolos que ela faz. Em seguida, Josiane dará sua versão dos fatos, onde irá se declarar inocente dos assassinatos contra Lucas e Jardel e dirá que Téo queria se vingar dela, e que empurrou Jardel sem intenção de matar o mordomo. Mesmo assim, os jurados não acreditarão nas afirmativas e condenarão a vilã a 30 anos de prisão.

Siga a página Novelas
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!