Morreu neste último domingo (27) o ator e diretor Jorge Fernando, aos 64 anos. O diretor estava internado no Hospital CopaStar, localizado em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro. Jorge, que era diretor de televisão, trabalhava para a Rede Globo e participou de diversas produções da emissora ao longo dos anos.

O seu último trabalho para a emissora aconteceu neste ano, com a novela “Verão 90”. Ele, que precisou ficar afastado da televisão por cerca de dois anos, retornou ao trabalho na Rede Globo após ter sofrido um AVC.

Morte foi causada por parada cardíaca

O Hospital CopaStar divulgou uma nota a respeito da morte do diretor, a qual declarou que ele acabou falecendo pouco tempo depois de dar entrada na unidade médica.

Jorge deu entrada no hospital na tarde deste último domingo (27), devido a uma parada cardíaca. Segundo a nota divulgada, ele sofreu de uma dissecção completa da aorta, que fez com que fosse causada a parada cardíaca, que levou o diretor à morte.

Velório de Jorge Fernando

Ele será velado nesta próxima terça-feira (29), no Cemitério do Caju, que fica localizado na região central do Rio de Janeiro. Foi comunicado que o velório será aberto para que o público possa se despedir do ator, para isso, o horário para o público em geral será de 8h às 10h. Logo após este intervalo, a cerimônia passará a ser restrita a familiares e amigos do diretor.

Jorge Fernando ficou conhecido em função das diversas produções de sucesso que realizou junto a Rede Globo.

Entre as mais conhecidas que contaram com a direção de Jorge, estão “Alma Gêmea” e “Rainha da Sucata”.

Além de diretor, Jorge também teve participações em produções como ator, escritor e humorista, tornando-se, assim, um artista completo, como era conhecido por todos. Além disso, o diretor foi responsável por ajudar a revolucionar a forma como a televisão é feita no Brasil atualmente.

O primeiro contato que o ator teve com a profissão foi através de sua escola, ainda adolescente, no Méier, zona norte do Rio de Janeiro.

A estreia de Jorge como ator na televisão aconteceu em “Ciranda, Cirandinha”, em 1978. Já na década seguinte, Jorge também trabalhou em diversas produções. Porém, o seu grande sucesso aconteceu como diretor, onde Jorginho encontrou de fato sua verdadeira e maior paixão da vida.

Desde que se encontrou do outro lado das câmeras, Jorge Fernando foi responsável por mais de 34 produções como diretor, entre estas estão novelas, minisséries e seriados. A sua estreia como diretor aconteceu em “Coração Alado”, de Janete Clair, em 1980. Um dos maiores sucessos do currículo do diretor foi “Guerra dos Sexos”, que contava com Fernanda Montenegro e Paulo Autran como personagens principais.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!