Uma notícia triste pegou os fãs de K-Pop de surpresa na manhã desta segunda-feira, 14 de outubro. Foi informada a morte da estrela Sulli. A jovem tinha apenas 25 anos e foi encontrada morta em sua casa, localizada em Seongnam, perto de Seul, capital da Coreia do Sul.

O corpo da cantora e atriz foi encontrado por um empresário dela, por volta das 15h21 locais (3h21 no horário de Brasília). A morte da artista foi confirmada pela polícia local. Segundo as primeiras informações, os investigadores estão trabalhando com a hipótese de suicídio.

Carreira e ataques nas redes sociais

A cantora, que tem como nome verdadeiro Choi Jin-ri, começou sua carreira na banda f(x), no ano de 2009, onde permaneceu até o ano de 2014.

Na época, a cantora suspendeu sua carreira após sofrer uma onda de ataques através das redes sociais.

Ela voltou no ano seguinte, 2015, mas resolveu deixar o grupo e se dedicar à carreira de atriz. Para os fãs e seguidores da cantora, o que a levou a abandonar o K-Pop foram os diversos ataques sofridos através da internet. Só em seu perfil no Instagram, a artista contava com mais de 5 milhões de seguidores.

De acordo com Taylor Glasby, jornalista famosa e especialista em música, Sulli foi uma artista que viveu a vida da forma que desejava e que não fazia questão de estar sempre de bem com os fãs e o público em geral. A artista se tornou muito conhecida na Coreia do Sul como uma pessoa controversa.

A artista participava de um movimento que ia contra a imposição de que as mulheres deviam usar sutiã. Há um mês, a jovem mostrou os seus seios durante uma live no Instagram. Mesmo não tendo sido essa a sua intenção, visto que isso ocorreu acidentalmente, a artista foi muito criticada pelos fãs e seguidores.

Sulli era muito amiga de outro astro do K-Pop, o jovem Jonghyun, que tinha 27 anos quando tirou a própria vida no ano de 2017. No velório do rapaz, a cantora chegou até a fazer uma homenagem a ele.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!