Nessa segunda-feira (25), a atriz Adriana Esteves retornará ao horário nobre em uma versão muito diferente de Carminha, personagem de "Avenida Brasil" com o qual a atriz conquistou enorme destaque. Se Carminha era má e não se importava com o sofrimento que causava nos demais, Thelma está no extremo oposto.

Isso se deve ao fato de que logo nos primeiros momentos da trama ela descobrirá um aneurisma inoperável e precisar lidar com a ameaça constante de morte, bem como com o medo de deixar Danilo (Chay Suede), seu filho, completamente sozinho no mundo.

Essas diferenças prometem afastar por completo Adriana Esteves de sua personagem em "Avenida Brasil".

Em "Amor de Mãe", ela viverá uma mãe superprotetora e preocupada, diferentemente da megera que foi capaz de abandonar um de seus filhos em um lixão e maltratar a outra durante todo o desenvolvimento da novela.

Inclusive, a própria Adriana chegou a afirmar que não gostaria que "Avenida Brasil" fosse reprisada no "Vale a Pena Ver de Novo", de forma que ela pudesse ficar somente com as lembranças boas de quando a novela foi transmitida pela primeira vez.

Entretanto, a atriz afirma que está se divertindo assistindo à novela de João Emanuel Carneiro, visto que na época ela não podia assistir "Avenida Brasil", já que apenas gravava os capítulos.

Ainda sobre as suas personagens, Adriana Esteves destaca que elas não se assemelham em nada.

A atriz reconhece o impacto de Carminha, destaca que ainda recebe reconhecimento pelo personagem, mas afirma que Thelma é algo completamente distinto, que será capaz de despertar reflexões profundas nos telespectadores.

Essas informações foram obtidas por meio do site Notícias da TV, que ainda questionou Adriana sobre a carga de drama na história de sua personagem e se isso não poderia afastar o público de "Amor de Mãe".

A atriz fez questão de assegurar que Thelma não será uma mulher amarga, como pode parecer à primeira vista. A sua personagem receberá a notícia a respeito do aneurisma e passará a procurar por maneiras inventivas de lidar com a situação e lutará para ter uma vida boa enquanto nada acontece com ela.

Maternidade conecta as histórias

As histórias de Lurdes (Regina Casé), Thelma e Vitória (Tais Araújo) serão conectadas pela maternidade, ponto comum entre as três mulheres, de classes sociais distintas.

A proposta de Manuela Dias, que fará a sua estreia no horário nobre com "Amor de Mãe", é demonstrar o amor das mães de formas diferentes, considerando todas as maneiras que se pode acertar e errar ao criar um filho.

Assim, destaca-se que será difícil para Thelma viver sob ameaça de morte, especialmente considerando que ela quase perdeu Danilo (Chay Suede) em um incêndio, fato que fez com que ela acabasse se tornando uma mãe particularmente apegada ao filho.

Siga a página Novelas
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!