Na última segunda-feira (18), a jornalista Glória Maria usou as redes sociais para falar pela primeira vez sobre a cirurgia realizada em seu cérebro na última semana. Em seu perfil oficial no Instagram, a apresentadora esclareceu como teria sido submetida à uma cirurgia de emergência para retirada de lesões no cérebro. De acordo com o portal G1, Glória afirmou estar se recuperando bem do procedimento. Em um texto regado de emoção, a jornalista revelou que tudo teve início no último dia 3 de novembro, quando passou mal em casa, vindo a desmaiar e machucar a cabeça.

Glória definiu o tumor como "uma bomba relógio" já acionada em seu cérebro. A apresentadora revelou, ainda, que a intervenção cirúrgica teria durado cerca de seis horas e que em aproximadamente três semanas retornaria às suas atividades profissionais.

Em relato, Glória cita 'milagre'

Em um texto publicado em suas redes sociais, Glória Maria agradeceu a todas as mensagens de apoio que recebeu, enviadas por fãs, amigos e seguidores. A jornalista falou sobre gratidão e afirmou ter sido salva pelas energias positivas que recebeu de todos: "Sobrevivi!

Hoje acredito em milagre! Ainda tenho um caminho a percorrer. Mas estou inteira. Viva!", exclamou. Glória fez questão de publicar que não possuía assessoria de imprensa para cuidar de suas redes, e que o texto seria de sua autoria. A apresentadora deu detalhes sobre o dia em que passou mal no interior de sua residência, onde chegou a perder os sentidos e bater a cabeça em uma mesa de vidro.

Glória afirmou, ainda, que foi levada ao hospital para suturar a lesão e realizar exames a fim de descobrir a causa do desmaio, quando foi surpreendida pelo laudo médico: "mostraram um tumor no meu cérebro que iria me matar silenciosamente a qualquer momento", desabafou.

A veterana explicou que o tumor havia formado um edema em seu cérebro, fazendo-a desmaiar. A apresentadora do Globo Repórter também agradeceu ao cirurgião Paulo Niemeyer, que teria organizado toda a cirurgia. Glória Maria chegou a ficar no CTI (Centro de Terapia Intensiva) após a cirurgia.

A intervenção cirúrgica

O procedimento cirúrgico ocorreu no último dia 11 de novembro, no Hospital CopaStar, no Rio de Janeiro.

Segundo informações de um boletim médico emitido pelo hospital, a cirurgia foi bem-sucedida, com a retirada total de uma lesão cerebral. A jornalista recebeu alta hospitalar na última quinta-feira (14). Além do neurocirurgião Dr. Paulo Niemayer, outros profissionais participaram do procedimento, como Bruno Celoria, diretor do Hospital Copa Star, e Marcelo Kalichstein e Gustavo Nobre, médicos clínicos-pneumologistas.

Siga a página Saúde
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!