Na última terça-feira (19), Geisy Arruda perdeu cerca de 7 mil seguidores no Instagram. O motivo para a debandada em massa dos antigos fãs da famosa está ligado à polêmica publicação de fotos contendo referências fetichistas.

Nas fotografias, Geisy aparece usando uma lingerie e amarrada por cordas. Após gerar todo o burburinho, a celebridade usou a sua conta do Twitter para falar a respeito do ocorrido e destacar os motivos pelos quais ela pensa que isso aconteceu, bem como o que ela pretende com o conteúdo que gera em sua conta do Instagram.

Geisy ainda afirmou que não costuma produzir conteúdo pensando na recepção do público e se preocupando com ser aceita pelos demais.

A famosa também comentou que a perda de seguidores estava gerando repercussão em sites de notícia e que isso não a deixava nem um pouco preocupada.

Ao comentar que não se importava com a debandada massiva, Geisy pediu para que as pessoas olhassem a sua “cara de preocupação” e compartilhou um emoji cuja expressão era de tranquilidade total.

Dando continuidade a sua fala sobre o assunto, a celebridade destacou que quer que as pessoas que não gostaram das imagens envolvendo o shibari “se lasquem”. O shibari consiste em uma técnica fetichista oriunda do Japão, que envolve o uso de cordas exatamente como na fotografia de Geisy.

Para a influenciadora digital, o seu objetivo nas redes sociais nunca foi agradar as pessoas conservadoras.

Ela ainda ressaltou que coisas desconhecidas costumam gerar medo e também despertar a ignorância das pessoas que não possuem contato.

Experiência com shibari

As fotos que geraram toda a “polêmica do shibari” foram compartilhadas por Geisy Arruda no Instagram ao longo da última semana.

Além disso, essa não foi a única rede social usada pela blogueira para falar a respeito do fetiche. Por meio de vídeos no YouTube, Arruda também discutiu a técnica japonesa.

Durante os vídeos, Geisy contou sobre as suas experiências com o shibari e destacou a primeira ocasião em que teve a oportunidade de participar de uma sessão.

De acordo com ela, nesse primeiro contato, ela foi amarrada usando roupas. Entretanto, não se sentiu nem um pouco confortável.

Ainda sobre o primeiro contato com o shibari, Geisy relatou que ficou com medo e sentiu ansiedade durante a sessão. Ela ainda destacou que teve falta de ar, mas que atualmente sabe que isso é algo normal.

De acordo com ela, somente no segundo contato com a técnica japonesa ela foi amarrada usando lingeries e o uso de roupa íntima já fez com que os problemas surgidos no primeiro contato fossem minimizados. A influenciadora ainda revelou que gostou da experiência e pretende dar continuidade à prática do shibari.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!