O Brasil perdeu um de seus maiores comunicadores com a morte do apresentador Gugu Liberato. A morte cerebral do artista foi confirmada pela sua assessoria na noite desta sexta-feira (22). Gugu Liberato estava internado em Orlando, nos Estados Unidos, desde quarta-feira (20). A notícia sobre a sua internação foi repassada pela sua assessoria no começo da tarde de quinta (21) e dava conta que o artista havia sofrido um acidente doméstico e que ficaria em observação por 48 horas.

Algumas horas depois, no começo da noite de quinta-feira, espalhou-se a notícia de que o mesmo havia falecido, mas por volta das 21 horas, sua assessoria lançou um novo comunicado informando que o mesmo estava vivo, mas em estado grave em uma UTI.

Somente na noite desta sexta-feira um comunicado da família confirmou a sua morte. Eles informaram tudo que aconteceu com o artista e disseram que os órgãos do mesmo serão doados, pois essa era a sua vontade.

Nota de falecimento

A nota de falecimento de Gugu Liberato começou dizendo que eles nunca imaginaram viver esse momento e que era com profunda tristeza que eles comunicavam o falecimento do pai, irmão, filho, amigo, empresário, jornalista e apresentador Antônio Augusto Moraes Liberato, o Gugu Liberato, que tinha 60 anos. Eles informaram que sua morte ocorreu em Orlando, na Flórida, Estados Unidos.

De acordo com a nota, Gugu sempre teve uma vida simples e alegre, estando sempre cercado da sua família e que sempre foi muito dedicado aos filhos e que assim ele viveu até o fim da sua vida, que ocorreu em um acidente em casa.

Eles falaram que Gugu sofreu uma queda, que ocorreu acidentalmente, de uma altura de mais ou menos 4 metros e que isso ocorreu no momento em que o mesmo realizava um conserto no ar condicionado, que ficava instalado no sótão da casa.

Ainda segundo o comunicado, Gugu recebeu socorro prontamente e foi encaminhado pela equipe de resgate para o hospital Orlando Health Medical Center, onde foi internado na UTI, sendo monitorado por médicos locais.

Gugu teria chegado ao local e avaliado na escala 3 de Glasgow, medida usada para avaliar a evolução e consciência do paciente, após lesões no cérebro. O apresentador estava com sangramento intracraniano e devido ao grau de gravidade, os profissionais não indicaram nenhuma intervenção cirúrgica.

Gugu ficou em observação por 48 horas e não foi constatada atividade cerebral no mesmo.

Sua morte cerebral foi confirmada pelo Dr. Guilherme Lepski, que é professor e neurocirurgião no Brasil e que foi chamado pela família do artista para avaliar a sua situação.

O médico avaliou todos os exames realizados no artista e confirmou para a sua mãe, irmãos, esposa e filhos que o caso era irreversível. A família ainda não repassou detalhes sobre o translado do corpo de Gugu para o Brasil. Essas informações sobre velório e enterro só serão repassadas depois que estiver tudo acertado pela família. Confira abaixo a nota de falecimento divulgada pela família.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!