A atriz Shirley Cruz, que vive a personagem Gláucia em “Bom Sucesso”, se surpreendeu ao saber da boa recepção de sua personagem por parte do público.

Em entrevista à revista Quem, a atriz conta que os telespectadores têm torcido muito para a personagem da atriz, que é lésbica. Uma das principais torcidas no momento é para que ela conheça um par romântico na trama escrita por Rosane Svartman com Paulo Halm.

Diante de uma aceitação tão boa, a atriz chegou até mesmo a declarar que ela tem se sentido muito bem com isso, pois acredita que está contribuindo de alguma forma para poder criar mais empatia e respeito nas pessoas que acompanham a trama.

"Esse é um dos maiores presentes que a Gláucia me traz", revela Shirley à Quem.

Gláucia em 'Bom Sucesso'

Até o momento na trama, a personagem de Shirley não tem aparecido no ar falando muito a respeito de relacionamentos amorosos e assuntos semelhantes.

Contudo, em um momento recente ela apareceu no bar fictício Chapeleiro Maluco, flertando com uma mulher, quando estava com alguns amigos participando de uma confraternização.

Na entrevista, ela chegou até mesmo falar que se sente bem em quebrar tabus da sociedade e que, para ela, foi um grande presente poder interpretar Gláucia justamente por esta oportunidade de criar maior empatia entre as pessoas.

A atriz conta que quando está na rua, ela sente que a recepção do público com sua personagem tem sido muito boa, e ressalta que agora em tempos que a internet está sendo muito mais usada, este tipo de retorno com os personagens é quase que imediato através das redes sociais.

Shirley ainda reforça que é parada muitas vezes para poder ouvir histórias de pessoas que têm algo sobre algum familiar ou até mesmo de si mesmo para poder compartilhar com a atriz. Com o objetivo de incentivar que Gláucia encontre sua cara-metade, foi lançada na rede uma hashtag que pede para que Gláucia ganhe uma namorada em "Bom Sucesso".

A atriz também falou em sua entrevista um pouco a respeito de como tem sido o seu papel e também do quanto se sente responsável por estar interpretando uma mulher negra na trama, totalmente bem-sucedida, e se sente muito feliz por esse destaque, já que é distante dos estereótipos criados.

Para ela, nos tempos atuais não existe mais colocar artistas negros para interpretarem papeis que podem ser considerados estereotipados, e que isso é algo muito antigo, e não acrescenta nada para as histórias.

Vale destacar que a atriz atualmente está vivendo o seu primeiro papel no cinema, no filme “Revolta dos Males” que retrata a história de um levante de escravos que aconteceu em Salvador, na Bahia.

No filme, Shirley interpreta Guilhermina, e conta que com isso conseguiu sentir até mesmo em sua pele o que seus antepassados sentiram neste período.

Siga a página Novelas
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!