O filho caçula do músico Bira, David Reis, estava junto do pai na manhã do último domingo (22), quando o ex-baixista do Sexteto do programa do apresentador Jô Soares acabou sofrendo uma parada cardíaca decorrente de um AVC isquêmico e morreu. Em uma entrevista concedida ao portal UOL durante o velório do músico, o publicitário de 39 anos de idade conta que o pai estava lúcido em todo momento que esteve internado, mas que devido a uma pneumonia estava muito fragilizado no momento.

David conta que o pai sofreu um AVC no último dia 13, e que eles optaram por manter essa informação o mais discreta possível, devido ao fato de que ele é uma figura pública e que não queria expor a situação assim.

Ele conta que recebeu diversas mensagens de amigos e colegas de trabalho, e também viu muitas homenagens que foram feitas ao pai pelos amigos de profissão dele, do mundo artístico. O publicitário aproveitou para poder agradecer pelo reconhecimento que o pai recebeu com estas mensagens, e que com certeza ele está muito feliz pelos amigos que conquistou.

O publicitário foi o único membro da família que aceitou falar com a imprensa --a mulher e os outros três filhos do músico não vão se pronunciar a respeito. David ainda falou que acredita que o pai, que é espírita praticante, está em um lugar bom por tudo que ele cultivou durante toda a sua vida. O filho do músico ainda falou que acredita que devido a essa crença que tem, o pai está bem acompanhado e que está no lugar certo, pela pessoa que ele se mostrou sendo toda a sua vida, e por toda a alegria que carregou consigo.

É um orgulho. Estou perdendo um pai, um professor, um ídolo", completou.

Compartilhou momentos

David ainda compartilhou que tem guardado o último trabalho como músico do pai que foi feito. O filho caçula havia convidado o pai para poder tocar contrabaixo em um projeto ao lado do DJ David Rocha e do produtor Darick Gyorgy.

Ele conta que o pai, que sempre foi muito prestativo aceitou participar do trabalho e que foi algo muito positivo para ele. Ele que estava há muito tempo longe da Música, ao ter esse contato novamente parecia que ele estava novamente ativo. David relembra, que este último contato do pai com a música, que era uma grande paixão para ele, aconteceu no dia 13 de novembro, um mês antes de acontecer o AVC.

A música, no entanto, ainda não foi lançada. O filho do músico ainda ressalta que quando a música for lançada ele não sabe como irá se comportar emocionalmente ao lembrar do falecido pai.

O corpo do músico foi velado neste último domingo (22), no Morumbi, na região oeste de São Paulo. Os amigos e familiares compareceram ao local, mas a cerimônia não contou com fãs do músico, que o conheceram através do programa comandado por Jô Soares. O velório começou por volta das 17h no domingo. A família do músico impediu que emissoras de TV e fotógrafos entrassem no local e proibiram que fossem feitas imagens do caixão.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Música
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!