Foi com muita tristeza que os brasileiros receberam na última quinta-feira (5) a notícia da morte do humorista Diego de Farias Pinto, mais conhecido como Bunitinho. O rapaz ficou muito conhecido no Brasil recentemente, após ter seus vídeos amplamente divulgados em grupos de WhatsApp. Ele fazia vídeos informando a chegada da sexta-feira com muita graça e humor.

Diego foi morto na madrugada de quinta-feira após participar de uma festa no Morro do Dendê, na Ilha do Governador, Rio de Janeiro. Bunitinho e dois dos seus empresários, mais um amigo do humorista, foram mortos durante uma operação do Bope na comunidade.

Além de Diego, de 33 anos, morreram na operação os empresários Jorge Tadeu Sampaio de Oliveira, 36, e Jocelino de Oliveira Júnior, 36, e Sidiney Antunes, amigo do rapaz. Todos os quatro foram socorridos ao Hospital Municipal Evandro Freire, mas já derem entrada na unidade sem vida, por volta de 1h.

De acordo com uma perícia realizada no carro em que Bunitinho e seus amigos foram mortos, nenhum dos ocupantes portava arma de fogo quando foram alvejados. A polícia informou que não foram encontradas armas dentro do veículo, nem mesmo foram apresentados tais objetos pelos policiais que estavam envolvidos na operação, o que é praxe quando são apreendidos objetos nas cenas dos crimes.

A sub-celebridade e seus empresários foram mortos dentro de um carro, já o amigo de Diego estava em uma moto quando foi ferido.

A perícia mostrou que o carro foi alvejado 19 vezes, todos os tiros vindo de fora do veículo, nenhum de dentro do carro.

Foram encontradas sete perfurações na parte traseira do veículo e seis no teto do carro. De acordo com os policiais envolvidos na operação no Morro do Dendê, eles estavam na parte baixa da favela e os criminosos no alto.

O carro de Bunitinho e seus empresários estaria descendo o morro no momento do confronto e o veículo ficou na linha de tiro. A polícia nega ter atirado na direção do VW Voyage.

Desde que começou a ficar famoso na internet, era costume Bunitinho ser contratado para participar de festas e eventos em diversos lugares.

Na noite de sua morte, o rapaz havia sido contratado para participar da festa de aniversário do chefe do tráfico na região, o Chapola. Bunitinho também participava de eventos de cantores Famosos, como Nego do Borel, Kevin O Cris e Molejo. Esses momentos eram compartilhados em seu perfil no Instagram.

Nota da polícia

A Polícia Civil do Rio de Janeiro lançou uma nota informando que o Bope foi enviado ao Morro do Dendê, pois havia uma informação de que haviam várias lideranças do tráfico de drogas reunidas em localidades da comunidade. Segundo os mesmos, os policiais teriam sido atacados pelos bandidos, e por isso ocorreu o confronto.

Ainda segundo a polícia, após os disparos, foram encontradas três pessoas baleadas dentro de um carro que havia batido em um poste e uma quarta pessoa que estava de moto e também havia sido ferida.

Eles informaram que um policial do Batalhão Especial também ficou ferido durante a operação no Morro do Dendê e que foi socorrido ao Hospital da Polícia Militar. Eles informaram que estão apurando em que circunstâncias ocorreram as mortes de Bunitinho e seus amigos.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!