A atriz Samara Felippo resolveu falar em seu Instagram sobre um episódio de racismo que passou ao lado de sua filha, Alicia Barbosa. A atriz contou que a filha, que é negra, teve que passar por momentos horríveis de ataques racistas até mesmo com palavras baixas em uma festa de formatura.

Ela começa falando em seu desabafo do fato de ser mãe de duas meninas negras, e que isso abriu um mundo totalmente diferente para ela, do qual ela não tinha conhecimento algum.

Na publicação, ela ainda atenta para outro fato, ressaltando que, com isso, acabou notando que tinha muitos privilégios por ser uma mulher branca e fazer parte de uma sociedade que ainda demonstra a todo momento o quanto é racista.

Samara Felippo desabafa

Samara conta que tem o costume de expor esse assunto através de textos e conversas, mas que até o presente momento não tinha vivido junto às suas filhas nenhuma situação deste tipo, em que elas foram atacadas de forma racista. A atriz destaca que agora vivenciou de perto algo que muitas pessoas precisam todos os dias lidar em suas vidas.

Em seguida, ela conta o acontecido e relata que estava em uma festa de formatura de Alicia, sua filha, e que os pais estavam conversando separados das crianças em uma determinada área, enquanto as crianças estavam brincando no parquinho que ficava ao lado.

Em seguida, uma de suas filhas que brincava no local voltou para ela relatando que haviam dois adolescentes no parquinho que estavam fazendo comentários e implicando com ela.

Ao ouvir da boca da filha a situação vivida, a atriz se levantou para poder ir conferir o que estava acontecendo, e conta que se sentiu muito irritada logo quando a filha lhe contou o ocorrido.

Depois do aviso das filhas, a atriz relatou em sua publicação que ela foi direto para falar com os adolescentes que estavam implicando com as crianças, e que ela não poupou palavras na hora de falar tudo o que pensa de pessoas que agem de forma racista.

Ela descreveu os adolescentes como sendo garotos de 14 anos, brancos, de classe média, que usavam camisas verde e amarela, e que um deles ainda era filho de um miliciano.

A atriz expôs que os adolescentes usavam vários termos pejorativos para falar de suas filhas e que estavam de fato usando termos que são considerados racistas para se referirem a elas.

Na publicação, Samara aproveitou o momento para poder agradecer às pessoas que fizeram com que ela saísse da sua “bolha branca”, como foi referido pela própria, e feito com que ela pudesse, desde cedo, fazer com que a sua filha fosse mais esclarecida, e também por enaltecer sempre a beleza e a coragem dela.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!