Uma lenda viva na televisão brasileira, Silvio Santos completa 89 anos no dia 12 de dezembro. Ele nasceu no Rio de Janeiro, em 1930, e seu nome verdadeiro é Senor Abravanel.

Sua vida é marcada por grandes acontecimentos, como por exemplo, um sequestro que sua filha Patrícia Abravanel sofreu em 2001 e deixou o animador encarcerado em sua mansão ao lado do sequestrador.

Silvio Santos também foi locutor de rádio e já apresentou programas na TV Globo, mas não como funcionário. Ele comprava espaço na emissora da família Marinho até conseguir ter sua própria emissora, a TVS.

Outro fato mais recente envolvendo o empresário e apresentador ocorreu há poucos dias. Seu ex-funcionário e amigo Gugu Liberato morreu vítima de um acidente doméstico nos Estados Unidos e, Silvio Santos, embora tenha enviado suas condolências à família, não foi ao velório, cancelou gravações e ficou sem sair de casa por vários dias.

Programa de rádio com Nelson Rubens

Nem todo mundo sabe, mas Silvio Santos não domina apenas a arte da televisão. Nos anos 70 e 80 ele era um dos maiores nomes do rádio com programas em emissoras como as rádios Nacional e Record.

Foi nessa época que sua amizade com o jornalista Nelson Rubens se fortaleceu, porque na época o apresentador do "TV Fama" da Rede TV! já contava as fofocas dos Famosos e da televisão no "Programa Silvio Santos" no rádio.

Sequestro da filha Patrícia Abravanel

O ano de 2001 foi dramático para a família de Silvio Santos. A filha Patrícia Abravanel, que na época tinha 23 anos, foi sequestrada por Fernando Dutra, ficando uma semana presa em cativeiro, sendo solta somente após o pagamento do resgate.

Com cobertura de todos os canais de televisão, inclusive a TV Globo, o crime deixou os brasileiros assustados. Perseguido pela polícia, o sequestrador conseguiu fugir e invadir a mansão do apresentador no bairro do Morumbi.

Ele pulou o muro, entrou na residência da família e manteve Silvio Santos refém durante um dia inteiro. Fernando Dutra aceitou se entregar após uma conversa com o então governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Morte de Gugu Liberato

Apesar de ter deixado o SBT e trabalhar em uma concorrente, a Record TV, Silvio Santos sempre manteve um vínculo de amizade com Gugu Liberato, que começou a trabalhar com ele como office boy.

Ele soube da morte de Gugu quando estava gravando seu programa, mas manteve a agenda de trabalho. Depois disso, interrompeu as gravações seguintes e ficou sem aparecer em público por mais de uma semana.

Em casa, ao lado da família, ele acompanhou a cobertura pela imprensa. Silvio Santos não foi ao velório e proibiu que o SBT fizesse a cobertura, como fez a Record, por exemplo.

Para ele, deixar de cobrir o velório de Gugu Liberato, seria uma forma de respeitar e manter a segurança da família de seu ex-funcionário.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Santos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!