Recentemente, o SBT acabou causando decepção entre os críticos de TV e os fãs do apresentador Gugu Liberato com a sua cobertura do funeral de Gugu, que faleceu no dia 22 de novembro. O motivo para tal está ligado ao fato de que o falecimento do comunicador foi pouco comentado pela emissora, na qual ele passou boa parte de sua carreira.

Entretanto, de acordo com o apresentador Dudu Camargo, o SBT possuía helicópteros posicionados no local para se dedicar à cobertura, mas o próprio Silvo Santos, de quem Gugu era bastante próximo, determinou a "não exploração da morte".

De acordo com o site NaTelinha, os motivos para o veto do dono do SBT são bastante diversos. Em primeiro plano, o site destaca que se trata de uma questão de respeito aos familiares de Gugu Liberato. Entretanto, na sequência, cita que pode se tratar também de mágoa e arrependimento. Conforme o NaTelinha, tais informações foram dadas por uma pessoa que possui proximidade com Silvio Santos.

A fonte ainda destacou que o dono da emissora ficou bastante fragilizado com o falecimento de Gugu Liberato. Entretanto, vetar a transmissão se mostrou uma espécie de contradição por parte da emissora, que não teve o mesmo tipo de comportamento quando Hebe Camargo faleceu e cobriu extensivamente o velório da apresentadora, atingindo até mesmo a liderança da audiência nessa ocasião.

Porém, de acordo com o NaTelinha, a cobertura de ocasiões do tipo fizeram com que Silvio Santos entrasse em estado de alerta no que se refere a Gugu.

Assim, o dono do SBT chegou a reclamar com os executivos da emissora que o tratamento dado à questão, assim como o espaço, deveria ser menor, visto que ele não desejava uma cobertura que apelasse para a emoção, ainda que comprovadamente renda bons frutos em termos de ibope.

Homenagem no 'Domingo Legal'

Devido ao veto de Silvio Santos, Gugu Liberato acabou recebendo apenas uma homenagem exibida durante o programa "Domingo Legal".

Além disso, uma cobertura bastante modesta por parte dos telejornais da emissora também foi feita, mas ela pode ser considerada bem menor do que a da Record TV, emissora na qual Gugu passou os últimos anos da sua carreira, e até mesmo do que a da Band e a da Globo.

De acordo com o site NaTelinha, não se pode negar que a família Abravanel ainda não conseguiu superar o fato de que Gugu abandonou o SBT para aceitar a proposta da Record TV, ainda em 2009, bem em um momento de crise para a emissora de Silvio Santos.

Assim, de acordo com Maurício Stycer, colunista do UOL, Gugu Liberato e as filhas de Silvio Santos chegaram a ter embates, que culminaram em um ressentimento estendido ao longo da última década.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Santos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!