O assassinato de Eliza Samudio é um dos casos de mais repercussão já ocorridos no Brasil. De acordo o site UOL, a modelo foi morta no ano de 2010. O goleiro Bruno Fernandes foi condenado por participação no assassinato de Eliza. À época, a modelo estaria exigindo o reconhecimento da paternidade do goleiro em relação ao seu filho, que era apenas um recém nascido. Segundo a coluna do jornalista Leo Dias, uma série sobre a história do goleiro, que será exibida pela Rede Globo, está causando grande repercussão nacional. Isto porque amigos e familiares da modelo, que deixou um filho, estariam preocupados com o fato da criança passar a conhecer detalhes sórdidos sobre a morte de sua mãe.

Ainda segundo o site UOL, uma amiga de Eliza que prestou depoimento contra Bruno à época do processo, desejaria processar a emissora caso a série comece a ser exibida.

Amiga preferiu não ser identificada

De acordo com a coluna de Leo Dias, a amiga de Eliza Samudio preferiu manter sua identidade em sigilo com medo da exposição gerada pelo caso. A mulher falou com exclusividade ao programa de Márcia Goldschimidt, que cedeu um trecho da entrevista à coluna de Leo Dias. Ainda segundo o site UOL, umas das cenas previstas na série seria o corpo de Eliza Samudio sendo devorado por cães da raça Rottweiler. Com medo desta exposição, a amiga e a mãe da modelo, Sônia Moura, não desejam que o caso volte a ser exposto na mídia, podendo ficar cada vez mais conhecido pelo filho de Eliza.

Em entrevista através de Skype, a amiga da modelo escondeu o rosto e contou com a presença de um advogado para falar sobre a intenção de processar a Rede Globo na tentativa de impedir a exibição da série. Caso a exibição não seja vetada, a mulher deseja entrar com uma ação de ressarcimento de danos morais contra a emissora carioca.

Durante a entrevista à Márcia Goldschimidt, o advogado da amiga da modelo deu alguns esclarecimentos: "Uma coisa é a liberdade artística, outra coisa é o direito dos cidadãos. A partir do momento que está ofendendo e denegrindo... a emissora pode ser processada, sim", afirmou.

Mãe de Eliza critica livro

Segundo a revista Isto É, Sônia Moura, mãe de Eliza Samudio, criticou o livro "Indefensável: O goleiro Bruno", que seria a inspiração para a série a ser produzida pela Rede Globo. A mãe da modelo afirmou que não autorizaria a minissérie: "Não autorizo. Ninguém tá pensando no filho dela que vai completar 10 anos. Vai ter a transição pra adolescência, que não é uma coisa fácil. A única forma que meu neto tem de ver a mãe é por fotos, porque ele não tem ela por perto", desabafou. Sônia disse, ainda, que o neto teria convivido pouco tempo de sua vida ao lado da mãe.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!