O "BBB20" ainda vai estrear, mas já está cheio de polêmicas. Hadson Nery, ex- jogador de futebol, já foi denunciado por sua ex-mulher, Ellen Cristina, por violência doméstica. A mulher chegou a pedir medida protetiva contra Hadson, depois de fazer duas denúncias de agressão. O ex-jogador não contestou a decisão do juiz na época.

O fato aconteceu em 2018, quando Ellen Cristina pediu a primeira medida protetiva na Justiça, ela disse que Hadson a estava perturbando. O juiz decidiu então dar a medida protetiva, e o ex-jogador não poderia ficar a menos de 100 metros de distância da ex-mulher, e não deveria ir a casa dela nem tentar nenhum tipo de contato.

Depois de dois meses, Hadson, que está no "BBB20", foi chamado para ir ao fórum criminal, pois ele não compareceu na primeira intimação e perdeu o prazo para se defender. Ainda em 2018, a sentença final no caso foi dada, e as medidas de proteção foram mantidas pelo juiz.

Participantes investigados pela polícia no 'BBB'

Esse não é o primeiro participante com antecedentes criminais que a Globo seleciona para participar do "Big Brother Brasil". Em 2016, Laércio Moura foi preso sob acusação de pedofilia e estupro. Já na edição de 2019, o participante Vanderson Brito foi investigado por importunação sexual, abuso sexual e agressão, mas saiu inocente das acusações.

Também em 2016, houve o caso de Daniel Echaniz, que foi acusado de abusar sexualmente da modelo Monique Amim.

Na época, os internautas flagraram na live 24 horas do reality o participante fazendo movimentos suspeitos debaixo do edredom de Monique, o que caracterizou como abuso foi o fato de ela estar dormindo. A Globo decidiu por expulsar o participante, mas a própria Monique alegou que ela não foi abusada.

Em 2017, o caso de Emilly Araújo e Marcos Harter marcou o reality. O público já estava acusando o médico de agressão psicológica, por conta do relacionamento cheio de brigas e ofensas deles, mas o médico foi expulso quando Emilly alegou estar machucada fisicamente. Emilly Araújo venceu a edição.

O caso mais recente foi o de Paula Sperling, da edição do ano passado.

A vencedora do BBB19 foi acusada de racismo e intolerância religiosa contra Rodrigo França, que é negro e da religião Umbanda.

Outros processos de Hadson

Hadson Nery, que está no "BBB20", também passou por outros processos. Ele pediu uma medida cautelar contra o Paraná Clube. O pedido foi para cancelar a penhora de um imóvel que estaria em seu nome, realizada pela equipe. A ação aconteceu em 2015. Hadson venceu a disputa na Justiça, e a agremiação recorreu, mas o juiz deu a causa novamente para o ex jogador.

No ano passado, Hadson Nery foi processado pelo Banco Finasa, A instituição pediu reintegração e manutenção de posse por conta de uma dívida do ex-jogador. O processo ainda está correndo na Justiça.

Mulherengo

Em uma entrevista dada ao Gshow, o ex-jogador Hadson Nery, que está no "BBB20", disse que está solteiro e que um dos maiores problemas que ele vai enfrentar na casa é a abstinência sexual. Mesmo se considerando um homem mulherengo, Hadson Nery afirmou que não pretende começar um relacionamento dentro do "Big Brother Brasil", e disse que arrumar uma namoradinha dentro da casa está fora de questão.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!