Desde o último domingo (26), a conversa entre Mari Gonzalez e Felipe Prior sobre zoofilia tem repercutido entre os telespectadores do "Big Brother Brasil 20". Os participantes conseguiram despertar verdadeira revolta na internet por terem, aparentemente, normalizado a prática, o que provocou vários discursos indignados por parte dos internautas e até mesmo de algumas pessoas famosas, como a apresentadora e ativista da causa animal Luisa Mell.

A título de contextualização, é válido destacar que durante a conversa, a influenciadora Mari Gonzalez chegou a afirmar que algumas pessoas se sentem sexualmente atraídas por animais e que, para ela, está tudo bem caso essas pessoas desejem seguir esses desejos, visto que, para elas, se trata de algo normal.

Felipe, por sua vez, concordou com a fala da sister e seguiu contando alguns casos de zoofilia que escutou enquanto trabalhava em uma obra.

Após saber a respeito da conversa, Luisa Mell usou as suas redes sociais para comentar o caso e afirmar que esse tipo de atitude não deve ser encarado com normalidade, como fizeram Mari e Felipe, visto que sempre se tratará de uma violência sexual, pelo fato de que animais não têm a capacidade de consentimento.

Luisa Mell comenta falas sobre zoofilia

Ainda em suas redes sociais, a ativista chegou a pontuar que ficou incrédula quando sobre a respeito do assunto sendo discutido dessa forma no "BBB" e, portanto, precisou assistir ao vídeo em que a o diálogo ocorreu para acreditar no fato.

Na sequência, Luisa Mell reproduziu para os seus seguidores a fala de Mari Gonzalez afirmando que, para ela, “está tudo bem” caso as pessoas desejem abusar de animais, e pontuou que é algo inacreditável esse tipo de comentário ser feito em um programa como o "BBB", que é transmitido para todo o Brasil.

Usando a sua experiência pessoal para justificar o seu posicionamento nesse caso, a ativista ainda contou sobre os graves ferimentos que já encontrou em animais que foram abusados, especialmente cadelas. Na sequência, ela destacou que sexo com animais é algo que não existe, e voltou a retomar a ideia de consentimento em sua fala.

Deixando bem claro o que pensa a respeito da prática, Luisa afirmou que se trata de algo vergonhoso, além de ser considerado crime. Para pontuar a gravidade dessas ocorrências, a ativista destacou que vários animais chegam a morrer em decorrência desse tipo de violência e questionou Mari Gonzalez sobre como isso poderia ser “mara”, citando as próprias palavras da sister.

Após Luisa expor os seus pensamentos, o deputado estadual Bruno Lima concordou com a postura da ativista e afirmou que pretende acionar o Ministério Público do Rio de Janeiro para que a conversa entre Felipe e Mari seja apurada.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!