Na última quarta-feira (29), o "Big Brother Brasil 20" foi marcado pela inserção de mais um dos novos recursos pensados pela produção do programa para colocar “fogo no parquinho”, conforme foi dito por Boninho ainda na fase de divulgação dessa edição do reality show.

O recurso é um celular, que permitirá que os participantes do programa tenham acesso a alguns tipos de conteúdo online e também que publiquem fotos e vídeos ligados ao confinamento no #FeedBBB.

Não demorou muito para que a chegada desse recurso começasse a causar entre os participantes. Assim que receberam o celular, os homens da competição começaram a tirar selfies e ficaram bastante empolgados com a possibilidade de compartilhá-las com o público.

Devido a isso, Marcela não conseguiu deixar passar batido e comentou que a autoestima dos homens era algo que precisava ser fabricado em forma de cápsulas e vendido para a população. De acordo com a médica, quem conseguir fazer isso vai enriquecer.

Esse não foi o único ataque de Marcela aos participantes do sexo masculino na última quarta-feira. Durante uma conversa com Gizelly, a médica criticou abertamente a postura e a estratégia de jogo de Hadson, Petrix e Felipe. Na ocasião, ela afirmou que jamais venderia a sua alma e muito menos para “macho escroto”. De acordo com Marcela, o seu sucesso jamais vai depender de causar dor em outras pessoas.

Entenda o contexto das falas de Marcela

Em momentos anteriores do confinamento, Marcela e Gizelly decidiram descobrir qual era a estratégia de jogo de alguns homens do "BBB20".

Após sondarem Hadson, as duas acabaram descobrindo que os meninos têm a intenção de tentar fazer com que as participantes comprometidas do programa traiam os seus respectivos maridos e namorados, o que fará com que elas fiquem queimadas com o público, provocando a sua eliminação.

Após saber sobre o ocorrido, as duas não guardaram a informação para si e decidiram conversar sobre o fato com as outras meninas da casa, informando-as sobre as intenções de seus companheiros de confinamento.

A polarização entre homens e mulheres, entretanto, vai além dos fatos destacados. Durante uma conversa, ocorrida ainda na última terça-feira (28), Gizelly chegou a reclamar com Thelma e Guilherme a respeito da falta de higiene dos homens confinados, destacando que havia sentido um cheiro forte de urina no banheiro da casa e que esse mesmo cheiro se estendia à hidromassagem do programa, algo que a advogada considerou nojento.

Na ocasião, Thelma também contribuiu para a conversa e afirmou que havia arrumado a cozinha e deixando-a organizada um pouco antes. Entretanto, a situação do cômodo já não era mais essa e ela não voltaria a cuidar de sua arrumação novamente.

Siga a página Relacionamento
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!