Neste último domingo (27) aconteceu a formação do primeiro paredão da vigésima edição do "Big Brother Brasil 20". O momento foi motivo de muitas polêmicas e revelações inesperadas dos votos dos participantes do confinamento.

Um dos primeiros momentos que causou total surpresa nos participantes foi quando o apresentador Tiago Leifert revelou que o anjo da semana, que foi conquistado por Mari Gonzalez, na verdade não poderia ser dado para ninguém, pois ele era autoimune nesta semana.

Com isso, Mari acabou sendo a primeira a escapar do paredão, além do líder. Logo em seguida, o líder Petrix causou surpresa ao indicar Bianca, a Boca Rosa, para o paredão.

O primeiro paredão do 'BBB20'

Depois que foi definido o primeiro participante a enfrentar a berlinda, os brothers foram até o Confessionário com a indicação de Tiago Leifert para poder votar na primeira formação da paredão do programa, que foi descrito pela produção, logo antes de sua estreia, como histórico. Pyong Lee foi o primeiro a votar no Confessionário e escolheu o surfista Lucas Chumbo, o participante justificou seu voto dizendo que estaria em dúvida entre ele e Manu, mas optou por ele.

Depois que Pyong deixou o Confessionário, Rafa foi a participante seguinte a revelar o seu voto, e votou no youtuber justificando que estava agindo por estratégia em função das opções que ela tinha agora de voto.

Mari entrou em seguida falando que votaria em Pyong para poder se salvar.

Chumbo, ao entrar para votar, retribuiu o voto de Pyong, e justificou dizendo que não gostou das estratégias do hipnólogo no programa, principalmente na primeira prova e considerou que ele os atrapalhou eles. O youtuber ainda recebeu votos de Mari, Babu, Bianca, Gabi, Felipe e Lucas.

Alguns dos participantes justificaram falando que era devido a opções, enquanto outros demonstraram que tiveram motivos para escolher o youtuber e outros relembraram que ele foi motivo de perda de estalecas para a casa.

Os participantes que receberam mais votos no Confessionário foram Pyong Lee, que recebeu um total 10, e Chumbo, que recebeu 4 votos dos colegas de confinamento.

Depois de toda a votação, o programa ainda teve um momento chamado “Dedo-Duro”, no qual o líder Petrix escolheu Gabi para que ela tivesse o poder de conhecer o voto de um de seus colegas de confinamento.

Ela escolheu então ver o voto de Lucas. O fisioterapeuta teve que expor que seu voto foi em Pyong. Em seguida, Rafa foi sorteada e conseguiu o mesmo poder e pediu para saber qual seria o voto de Bianca, que também votou em Pyong. No terceiro sorteio, Gizelly foi escolhida e pediu para ver o voto de Chumbo, que mais uma vez, havia votado no hipnólogo.

Por terem sido os participantes mais votados da casa, Pyong e Chumbo precisaram fazer uma prova chamada “Bate e Volta”, na qual o vencedor sairia da berlinda.

Quem conseguiu se dar melhor foi Pyong, que agora conseguiu se livrar do Paredão por mais que ele tenha sido o mais votado pela casa, com um total de 10 votos.

Não perca a nossa página no Facebook!