De acordo com o site Notícias da TV, especializado na cobertura de Novelas, a reta final de "Bom Sucesso" terminará de um jeito bem próximo ao início para Michelly (Gabrielle Joie). Ainda na reta final da novela, a personagem estará fazendo protestos para conseguir utilizar o banheiro feminino da escola em que estuda.

Segundo o Notícias da TV, a trama da personagem foi meio apagada durante o folhetim de Rosane Svartman e Paulo Halm. Para o site, isso demonstra a “falta de fôlego” da novela em sua reta final, que está cada vez mais próxima. É válido ressaltar que o último capítulo da atual ocupante da faixa das 19h será exibido no dia 24 de janeiro.

Sobre a trama de Michelly, destaca-se que desde os primeiros momentos de "Bom Sucesso", o direito de utilizar o banheiro era uma questão pela qual a personagem brigava, bem como pelo seu direito de ser reconhecida enquanto uma mulher pelos demais, visto que ela se expressa e se identifica como tal.

Apesar de todos esses conflitos por reconhecimento, a personagem de Gabrielle Joie ainda encarava a resistência de sua própria família quanto à sua identidade de gênero. Entretanto, as dificuldades que a restringiam a esse ambiente e também eram sentidas por ela na escola, visto que alunos e professores também mostravam não saber como lidar com ela.

Ainda que a trama seja interessante, Michelly teve pouco destaque conforme "Bom Sucesso" foi se desenrolando e a personagem acabava ficando restrita a uma atuação nos casos amorosos de Gabriela (Giovanna Coimbra).

Entretanto, ela raramente tinha espaço para falar a respeito de sua vivência e das questões sociais que enfrentava.

Michelly faz novo protesto em 'Bom Sucesso'

Apesar do pouco destaque ao longo de "Bom Sucesso", no capítulo que vai ao ar no próximo dia 20, a personagem voltará para os holofotes da trama de Rosane Svartman e Paulo Halm para abordar as mesmas questões que já haviam sido levantadas por ela no início da novela.

Michelly então passará a exigir o seu direito de usar o banheiro feminino do colégio diretamente para a diretora. A personagem fará isso ao coletar assinaturas em um abaixo-assinado e comparecer à sala da diretora para entregar pessoalmente o documento. Na ocasião, ela dirá que isso não vai gerar confusão, visto que ela conseguiu assinaturas de todo o corpo estudantil.

Ainda durante a conversa com a diretora, ela passará a exigir ser chamada pelo seu nome social nas listas de chamada do colégio. A diretora acabará acatando a decisão da menina e os alunos farão da primeira ida de Michelly ao banheiro feminino um verdadeiro evento a ser comemorado.

Siga a página Novelas
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!