Morreu na madrugada desta terça-feira (28), aos 58 anos de idade, o diretor do programa da Rede Globo “The Voice Kids”, Flávio Goldemberg. De acordo com informação passadas pela assessoria de imprensa da emissora, ele sofreu um infarto.

Por conta da morte do diretor da atração, as gravações de uma nova etapa, que estava marcada para esta terça, foram adiadas.

Não existem ainda informações sofre o velório e o sepultamento do diretor. Ele deixa a esposa e dois filhos.

A carreira

Flávio começou a trabalhar na Rede Globo no ano de 1981 como produtor, função que desempenhou por 17 anos.

Dentre seus trabalhos neste período destacam-se a série “Armação Ilimitada”, passando ainda pela produção-executiva de diversos musicais, como o “Amigos”. Ainda atuando na produção-executiva, participou de “TV Colosso” e “Caça-Talentos”.

Ele deixou a emissora em novembro de 1998, tendo retornado em janeiro de 2010. Nessa nova fase no canal, iniciou sua carreira como diretor, tendo trabalhado em produções como “Big Brother Brasil”, “Malhação” (2010), o quadro “Vídeo Game” do “Vídeo Show”, “Hipertensão”, "The Voice Brasil", "Superstar", "Popstar", além do “The Voice Kids”, cujas gravações da nova temporada estão em andamento.

Por conta desse trabalho no programa musical voltando para crianças, ele foi indicado por três anos consecutivos ao Emmy Kids.

“Hoje perdemos um parceiro, um amigo de vida”, disse o diretor JB Oliveira, o Boninho, que também lembrou que Flávio fazia tudo com dedicação e com o coração. Boninho também destacou que a felicidade que Flávio tinha pelo trabalho transbordava a tela da TV e que ele fará muita falta.

“Vai em paz, Flavio, agora tire um tempo para surfar nas ondas do paraíso”, concluiu o diretor do BBB 20.

Emissora perde segundo diretor

A morte de Flavio Goldemberg se dá exatamente três meses após a emissora perder Jorge Fernando, outro grande diretor, que morreu no final de outubro do ano passado, por conta de um aneurisma.

Jorginho dirigiu 19 novelas na emissora, a última delas “Verão 90”, que se encerrou poucas semanas antes de seu falecimento.

Também foi ator, atuando em novelas como “Pai Herói”, no final da década de 70.

A morte de Jorge Fernando aconteceu poucos dias depois do ex-diretor da emissora, Maurício Sherman morreu ter falecido aos 88 anos em decorrência de uma doença renal crônica.

Em duas passagens pela Globo, ele participou da criação de grandes programas que estão até os dias de hoje na grande programação, como o dominical Fantástico, que foi ao ar pela primeira vez em 1973. Também dirigiu o programa “Os Trapalhões”, “Chico Anysio Show”, além dos infantis de Xuxa e Angélica.

Não perca a nossa página no Facebook!