Que "A Usurpadora" foi um verdadeiro sucesso no Brasil, isso não é novidade pra ninguém. A trama produzida pela Televisa em 1998 foi um verdadeiro marco na teledramaturgia mexicana e, porque não, na brasileira também, já que a novela foi reprisada inúmeras vezes pelo SBT. Em sua exibição original em terras tupiniquins, que aconteceu em 1999, a audiência foi tão grande, que o SBT chegou a superar a Rede Globo em algumas ocasiões.

Grande parte desse sucesso se deve, sem sombra de dúvidas, a seu casal de protagonistas. Fernando Colunga e Gaby Spanic tinham uma química imbatível em cena e conseguiram cativar o público.

Para quem não sabe, Gaby Spanic é uma atriz venezuelana, e foi em "A Usurpadora" que ela realizou sua estreia na TV mexicana.

O reencontro

Após 22 anos da estreia da novela, aconteceu um reencontro muito emocionante. Gaby Spanic, a protagonista, que interpretou as personagens Paola e Paulina, reencontrou-se com a atriz Paty Díaz, que interpretou a personagem Lalinha na trama. Ela era a empregada da casa dos Bracho.

Foi a própria atriz Paty Díaz que compartilhou em seu perfil no Instagram as imagens do lindo reencontro.

Na legenda da publicação, a atriz relembrou o grande sucesso da novela. "Que lembranças tão lindas! Obrigado pelo convite para reviver a Lalinha 22 anos depois. Quem se lembra?", escreveu a atriz.

O reencontro aconteceu em um programa no canal Tlnovelas, da Televisa.

Os fãs, é claro, ficaram em polvorosa ao verem as duas novamente e deixaram seus comentários: "Meus 2 amores, a usurpadora e Lalinha, Lalinha e a usurpadora. Beijos e abraços lindas!", "Paty, de coração, desejo que siga colecionando muitos sucessos e sempre te desejarei o melhor", "Isso é genial, a novela me encantou, vocês são inesquecíveis", foram alguns dos comentários deixados pelos fãs na postagem.

Carreiras

Após o sucesso de "A Usurpadora", Gaby Spanic teve uma carreira muito longa nas Novelas. A atriz começou a colecionar sucessos em sua carreira, e entre eles, podemos destacar aqueles que foram exibidos no Brasil, como "Por Teu Amor", de 1999, e "A Dona", de 2010, onde ela interpretou uma vilã.

Porém, alguns de seus maiores sucessos nunca chegaram ao Brasil, como "La Intrusa", de 2001 e "Emperatriz", de 2011. Já faz algum tempo que a atriz não faz mais trabalhos para a Televisa, tendo se dedicado, principalmente, a plataformas de streaming, como Netflix e Amazon.

Já Paty Diaz não teve a mesma sorte na carreira. Após "A Usurpadora" ela colecionou apenas papéis secundários em algumas novelas, como "Rubi" e "A Que Não Podia Amar". Seu mais recente trabalho está sendo na novela "Soltero con Hijas", em exibição no México.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Novelas
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!