Aparentemente o elenco para a vigésima edição do "Big Brother Brasil" não foi fechado ainda. Isso porque, segundo informações que foram divulgadas recentemente, Manu Gavassi e Júlio Cocielo são dois dos conhecidos pelo público que estão na mira da emissora para fazerem parte do elenco da nova edição do reality show.

O site Notícias da TV afirma ter conseguido as informações com fontes ligadas à produção do programa, que teria informado que a cantora e o youtuber estão tendo conversas mais avançadas para participação no programa. Atualmente a emissora está correndo contra o tempo para poder fechar o elenco que entrará na casa mais vigiada do Brasil que estreia neste mês ainda.

No entanto, os nomes de ambos ainda não haviam aparecido entre as apostas que são feitas por perfis da internet que se dizem os mais atualizados com as informações do programa. Manu é uma das queridinhas da Rede Globo. Além de ser amiga de atrizes como Bruna Marquezine, a atriz já participou de novelas como “Em Família”, em 2013, e “Malhação - Sonhos”, de 2014.

Por outro lado, Cocielo teve apenas uma experiência na Televisão, que foi ao apresentar um quadro no programa “Pânico na Band”, que já foi finalizado. O programa foi ao ar entre 2015 e 2016, chamado de “Bate ou Regaça”.

Embora o youtuber tenha se popularizado muito na internet, a participação dele no programa acabou não empolgando muito os telespectadores do humorístico, que acabou sendo cancelado em 2017, devido à baixa audiência que vinha apresentando na Bandeirantes.

Acusações de racismo no passado

Apesar de há muitos anos ter se tornado conhecido pelo público da web, Cocielo acabou tendo mais notoriedade ainda após o dia 30 de junho de 2018. A situação aconteceu durante uma partida entre as seleções da França e Argentina, pela Copa do Mundo. Na época em que assistia ao jogo, o youtuber cometeu através de seu Twitter que o jogador francês Mbappé conseguiria “fazer uns arrastão top na praia”.

O episódio acabou gerando muitos problemas para o youtuber. Isso porque o comentário feito por ele foi considerado racista, visto que o jogador francês é negro. As marcas que patrocinavam Cocielo, na época, inclusive, resolveram cancelar suas parcerias e acordos com o youtuber depois do episódio na rede social.

As marcas inclusive utilizaram das redes sociais para falar publicamente que seus produtos não estavam alinhados com a forma de pensamento que foi mostrada pelo youtuber através de sua postagem.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!