A atriz Nanda Costa teve a sua estreia na TV ainda no ano de 2006, na novela "Cobras e Lagartos". Desde então, a morena não parou mais, e chegou ao ponto de emendar trabalhos. Apesar de tanto sucesso, muitas pessoas não imaginam que, em um determinado ponto de sua carreira, Nanda chegou a pensar em abandonar a carreira de atriz para seguir outra profissão.

O fato destacado aconteceu ainda na época da novela "Salve Jorge", exibida pela Globo durante o ano de 2012. Inicialmente, a atriz Juliana Paes seria a responsável por interpretar a personagem Morena, que acabou sendo vivida por Nanda Costa.

Entretanto, antes das gravações começarem, Juliana descobriu que estava grávida, fazendo com que os responsáveis pela trama achassem Nanda uma opção mais viável. Contudo, a jornada durante "Salve Jorge" foi bastante conturbada para a atriz.

Gravações exaustivas

Ao comentar, em entrevista à revista Marie Claire, sobre a personagem e das dificuldades, Nanda destacou que Morena era uma mocinha e havia crescido na favela, além de ter sido vítima de tráfico humano com o intuito de prostituição.

Além de comentar sobre as características da personagem, Nanda ainda destacou que as gravações em si foram bastante cansativas para ela, e pontuou que, em um determinado ponto, chegou a gravar 76 cenas em um único dia, algo que considerou exaustivo.

Além disso, a atriz afirmou que, apesar de já estar na TV há seis anos, não estava acostumada a receber tantas críticas quanto recebeu por seu trabalho em "Salve Jorge", especialmente considerando que ela havia acabado de sair do filme "Sonhos Roubados", produção que foi bastante premiada, e, de repente, viu o seu trabalho como Morena se transformando em meme nas redes sociais.

Durante a entrevista, Nanda Costa ainda relatou que tudo o que aconteceu durante a exibição de "Salve Jorge" fez com que ela tivesse várias dúvidas sobre os rumos que sua carreira seguiria a partir desse ponto, e acabou se sentindo pressionada em vários âmbitos de cunho mais pessoais, uma vez que após a produção, ela não encontrava formas de assumir o seu namoro com Lan Lahn.

De acordo com a atriz, a sua tábua de salvação foi o seu trabalho no cinema, mais especificamente no filme "Entre Irmãs", de 2017. Segundo Nanda, foi esse filme que lhe deu forças para continuar atuando, visto que ela queria muito parar. A artista ainda afirmou que essa foi a primeira ocasião em que ela questionou o seu talento e fez com que ela sentisse vontade de se esconder.

Posteriormente, ela acabou atuando na novela "Pega Pega", a sua primeira comédia, e se divertiu muito durante as gravações, de forma que acabou encontrando uma maneira de continuar atuando.

Não perca a nossa página no Facebook!