A noiva do DJ Rennan da Penha foi vítima de racismo em uma agência do banco Itaú. Segundo a modelo Lorena, ela foi retirada da agência pela polícia civil e 'esculachada'.

Em suas redes sociais, a modelo, noiva de Rennan, disse que os funcionários do banco suspeitaram de fraude, pediram para Lorena aguardar para que eles pudessem resolver o problema e chamaram a polícia.

O DJ Rennan da Penha também se pronunciou em seu Twitter, ele disse que os funcionários do banco Itaú levantaram suspeitas de Lorena porque na fodo do documento de identificação ela estava de cabelos lisos e chegou a agência com o cabelo cacheado.

Lorena, novia de Rennan da Penha, foi para a delegacia

Segundo Lorena, o banco bloqueou seu acesso ao dinheiro e ela quase foi presa, a noiva de Rennan da Penha disse que não é porque ela é negra e uma pessoa humilde que ela é uma criminosa.

Lorena foi levada do banco Itaú para uma delegacia para prestar esclarecimentos sobre as acusações dos funcionários do banco. O músico afirma que irá processar a agencia bancaria.

Rennan da Penha já foi preso

O famoso DJ já foi preso por associação ao tráfico de drogas em abril de 2019. O mandado de prisão contra Rennan da Penha foi baseado em mensagens em um grupo de Whatsapp de residentes do Complexo do Alemão.

O DJ é um dos responsáveis por fazer o funk 150 BPM ganhar fama no mundo da Música.

Quando foi preso, o músico causou comoção entre os fãs nas redes sociais. Mas o artista foi libertado depois de o STF resolver vetar prisões acometidas em segunda instância.

Depois de ser solto, o músico deu uma entrevista ao Conversa com Biau, e falou sobre o que aconteceu. O DJ é um dos criadores do Baile da Gaiola.

O Dj contou na entrevista que cometeu um erro ao posar nas redes sociais com uma réplica de um fuzil, que foi feito com pedaços de madeira e fita isolante, ele ainda disse que arma de brinquedo era de um garoto e ele pegou emprestado para tirar a foto.

Rennan ainda disse que também foi acusado de ser um olheiro do tráfico, homem que é responsável por avisar da chegada da polícia.

Ele se explicou e disse que postou a foto do Caveirão entrando na comunidade no intuito de avisar os moradores e não sabia que isso seria usado contra ele.

O DJ contou que primeiro foi absolvido das acusações e depois acusado novamente, mas está em conjunto com seu advogado lutando para provar sua inocência.

O Itaú foi procurado pela imprensa e disse estar averiguando a situação internamente.

Rennan da Penha participou da novela Bom Sucesso

Um mês depois de sair da prisão por suspeita de associação ao tráfico, Rennan da Penha foi convidado para participar da novela 'Bom Sucesso' na Globo. As cenas foram ao ar já nos últimos capítulos, assim como cenas da esposa de Winderson Nunes, a cantora Luisa Sonza.





Posicionamento do Banco



"O Itaú Unibanco lamenta e se desculpa pelos transtornos causados a Lorenna Vieira nesta quinta-feira, no Rio de Janeiro, e já entrou em contato com ela para resolver a situação. O Itaú Unibanco esclarece que o procedimento adotado na agência é padrão em casos de suspeita de fraude, e não tem qualquer relação com questões de raça ou gênero. O objetivo era proteger os recursos de Lorenna de possível fraude, uma vez que já havia um bloqueio preventivo de sua conta corrente e era difícil identificá-la com o documento apresentado no caixa. O Itaú Unibanco acredita que toda forma de discriminação racial deve ser combatida."







Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Siga a página Música
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!