Durante a manhã dessa sexta-feira (28), os participantes do "Big Brother Brasil 20" continuaram comentando a respeito da prova do líder, que aconteceu durante a transmissão ao vivo da última quinta-feira (27), e teve Daniel e Ivy como vencedores.

O assunto da vez foi o veto de Rafa Kalimann, a líder da semana passada. Ao fazer o seu primeiro contato com os brothers, o apresentador Tiago Leifert explicou que Rafa teria direito a retirar três pessoas da disputa, e os escolhidos da influenciadora digital foram Felipe Prior, Guilherme Napolitano e Mari Gonzalez.

Assim, ao conversar sobre o veto com Felipe, na cozinha da Xepa, Flayslane afirmou que considera injusto que alguns participantes tenham o direito de impedir a participação dos outros.

De acordo com a cantora, os demais estão impedindo Felipe Prior de ter um jogo justo para se proteger.

Ainda durante essa conversa, Flayslane afirmou que considera injusto alguém ter o direito de agir dessa forma, ainda que faça parte do jogo. Para a cantora, todas as pessoas tinham que ter o direito de competir pela liderança em situação de igualdade, o que daria a todos os confinados a possibilidade de ganhar.

Ao contrário de Flayslane, Felipe Prior se mostrou mais conformado com o veto e afirmou que essas coisas fazem parte do jogo como um todo. Entretanto, a cantora seguiu discordando. A partir desse ponto da conversa, Prior afirmou que a verdadeira injustiça é Pyong Lee agir como se estivesse tudo bem entre eles e, posteriormente, votar nele.

Por fim, Flayslane ainda seguiu explicando a Felipe Prior os motivos pelos quais considera injusto o veto do líder e destacou que, caso uma pessoa te indique ao paredão na semana anterior, ela ainda terá a chance de impedir que você se torne o líder na sequência para poder “retribuir o favor”. A cantora ainda destacou que caso o veto exista em todas as situações, Prior nunca poderá participar de uma delas.

Entenda os vetos de Rafa Kalimann

Ainda na noite de quinta-feira, Tiago Leifert afirmou que Rafa teria o direito de impedir três pessoas de participarem da prova do líder. Na ocasião, a blogueira escolheu Prior, Mari Gonzalez e Guilherme Napolitano como o trio que não teria a chance de disputar a liderança.

Na ocasião, Leifert ainda pediu para que a influenciadora justificasse a sua escolhe de retirar Felipe Prior da prova do líder. Então, ela respondeu que estava agindo de forma estratégica, visto que caso fosse uma prova de resistência, o arquiteto faria de tudo para vencer e poderia impedi-la de se tornar líder novamente.

O veto nos outros participantes não precisou ser justificado pela influenciadora digital na ocasião citada.

Não perca a nossa página no Facebook!