Na última segunda-feira (3), aconteceu o lançamento do trailer dos filmes inspirados no Caso Von Richthofen, que relembrarão o caso que chocou e parou o Brasil em 2002.

É possível afirmar que a história em questão será contada por duas perspectivas: a de Suzane Von Richthofen, filha do casal Manfred e Marisia, as vítimas do crime; e a de Daniel Cravinhos, namorado de Suzane, e responsável por matar os pais de sua namorada.

A parte que conta com a visão de Suzane se chamará A Menina Que Matou os pais. O filme será protagonizado pela atriz Carla Dias. De acordo com o trailer divulgado, contará toda a história de como Suzane e Daniel se conheceram, se apaixonaram e acabaram matando os país dela, contrários ao relacionamento, para poder ficar juntos.

Sobre o segmento de Daniel, é possível destacar que ele contará com a visão desse personagem, que em determinado ponto percebe como foi manipulado pela namorada e se mostra surpreso por ter aceitado participar do crime em questão.

É possível afirmar que desde que Manfred e Marisia foram assassinados, Suzane foi considerada a mentora do crime, aquela que elaborou todo o plano e deu acesso à mansão da família para que Daniel e seu irmão dessem continuidade ao esquema elaborado.

Filmes ganham data de estreia

Além do trailer em questão, A Menina Que Matou os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais ganharam também datas de estreia. Os filme chegarão aos cinemas no dia 2 de abril de 2020 e serão exibidos de forma conjunta.

O comunicado de imprensa emitido pelos responsáveis dos dois longas afirma que se trata de um caso único no Cinema mundial fazer dois filmes contando exatamente a mesma história, mas exibindo um ponto de vista diferente em casa um. De acordo com o comunicado, isso dará a oportunidade ao público de tirar as suas próprias conclusões sobre os fatos acerca do assassinato de Manfred e Marisia Von Richthofen.

Ainda de acordo com o comunicado da produção, o filme não possui qualquer tipo de relação com Suzane ou com os irmãos Cravinho. As fontes utilizadas para construir as narrativas foram os autos dos processos.

Também foi pontuado pelos envolvidos na produção que várias discussões internas sobre o filme e a perspectiva que seria adotada foram feitas, visto que as versões de Suzane e Daniel entram em conflito direto.

A maneira de contornar isso foi fazer dois filmes.

Além de Carla Diaz, o elenco dos filmes ainda contará com Leonardo Bittencourt, que dará vida a Daniel Cravinhos. Ainda durante a fase de produção do longa, Carla se recusou a ter um encontro com Suzane para poder estuda-la mais de perto e entrar melhor no personagem. A atriz acreditou que poderia fazer isso de outras formas.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!