No último domingo (9), aconteceu a cerimônia de entrega da 92ª edição do Oscar, considerado o prêmio máximo do Cinema norte-americano. Na ocasião, o filme "1917", dirigido por Sam Mendes, era considerado o favorito a levar para a casa a estatueta de Melhor Filme. Entretanto, acabou sendo superado pelo coreano "Parasita".

É possível afirmar que com essa vitória na categoria principal do Oscar, Parasita acabou por marcar o seu nome na história. Ele foi o primeiro filme falado em uma língua diferente do inglês a conseguir uma vitória na categoria de Melhor Filme.

Outro marco histórico atingido pelo filme de Bong Joon Ho foi o fato de que, mesmo com menos indicações que outros filmes, ele ainda conseguiu ser o grande vencedor da noite.

"O Irlandês", por exemplo, possuía 10 indicações contra as 6 de "Parasita".

Entretanto, enquanto o filme de Martin Scorsese acabou perdendo em todas as categorias que disputava, o longa-metragem coreano se consagrou vencedor de 4 dos 6 prêmios aos quais concorria.

Entre os prêmios, é possível destacar que o de Melhor Roteiro Adaptado e o de Melhor Filme Internacional (categoria antes chamada de Melhor Filme Estrangeiro) eram dados como certeza pelos veículos especializados na cobertura da temporada de premiações.

Porém, "Parasita" ainda venceu, além de Melhor Filme, na categoria de Melhor Diretor, na qual a vitória de Sam Mendes, por "1917", era dada como uma certeza.

Durante o seu discurso de agradecimento, Bong Joon Ho fez questão de destacar que se sente grato aos seus oponentes no prêmio de Melhor Diretor.

Nesse sentido, o diretor afirmou que quando ainda estava estudando para se tornar um cineasta, foi muito influenciado por uma frase de Martin Scorsese e pelo trabalho do próprio diretor de "O Irlandês".

Além disso, o diretor de "Parasita" ainda afirmou que quando ninguém nos Estados Unidos conhecia o seu trabalho, Quentin Tarantino (de Era Uma Vez Em...

Hollywood) foi responsável por colocar o seu filme na sua lista pessoal de melhor do ano, divulgada por Tarantino sempre no mês de dezembro.

Por fim, Bong Joon Ho elogiou os trabalhos de Sam Mendes (1917) e Todd Phillips (Coringa) e afirmou que gostaria de poder dividir a estatueta em cinco partes iguais e entregá-las para o seus concorrentes, já que todos compartilham o amor pelo cinema.

Mais sobre a cerimônia do Oscar

É possível afirmar que as categorias de Melhor Atriz, Melhor Atriz Coadjuvante, Melhor Ator e Melhor Ator Coadjuvante transcorreram sem maiores surpresas.

Assim, Renée Zellweger venceu o seu segundo Oscar por sua atuação em "Judy: Muito Além do Arco-Íris" (Melhor Atriz). Laura Dern, por sua vez, levou para casa o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante pelo seu elogiado trabalho em "História de um Casamento".

Entre os atores, por sua vez, Joaquin Phoenix (Melhor Ator) se consagrou vencedor por "Coringa", enquanto Brad Pitt levou a melhor por "Era Uma Vez Em... Hollywood" (Melhor Ator Coadjuvante).

Siga a página Cinema
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!