Na noite do último domingo (9) aconteceu a premiação do Oscar 2020, e a atriz Reneé Zellweger recebeu o prêmio pela segunda vez, após dezesseis anos do primeiro que ela havia recebido. Contudo, agora, depois de tantos anos após o primeiro prêmio conquistado por ela, Reneé tem uma perspectiva totalmente diferente ao levar novamente a estatueta para casa pelo seu papel ao viver Judy Garland no filme “Judy”.

Nos bastidores da premiação, Reneé se disse mais presente agora do que em 2004, quando venceu como Melhor Atriz Coadjuvant por “Cold Moutain”.

A atriz declarou ainda que o tempo que ela esteve longe das telas, e o tempo que passou desde então do seu primeiro prêmio, ajudou com que ela agora pudesse apreciar o novo prêmio de uma forma totalmente diferente, devido às mudanças pela qual ela passou.

"Olho para isto de outra forma e o que representa é um pouco diferente", disse.

Agora, em 2020, a atriz conta que olha para o prêmio que conquistou de uma forma totalmente diferente do que ela via antes, e o que representa para ela também é um pouco diferente do que o que ele representava antes.

Hiato na carreira

Reneé esteve em um hiato em sua carreira que durou seis anos. Neste período em que ela esteve fora das telas ela também ficou afastada dos holofotes e do público. Entretanto, a atriz retornou vivendo a cantora Judy Garland no Cinema, e tem trazido os olhares novamente todos para ela.

Após a noite de domingo, Reneé conseguiu atrair ainda mais olhares, visto que agora ela conseguiu conquistar novamente o Oscar de Melhor Atriz, depois de dezesseis anos que ela foi premiada pela academia.

Com “Judy”, a consagração de Reneé veio neste ano, e foi finalizada agora ao ser premiada pela academia com o prêmio mais importante para o cinema.

A atriz vinha de um ótimo momento, visto que ela já havia conquistado prêmios como o Globo de Ouro, O BAFTA da academia britânica, e o SAG do Sindicado dos Atores, além de outras várias premiações que ocorrem neste período do ano.

Agora Reneé conquistou a mais esperada do ano inteiro, e conseguiu vencer o Oscar de Melhor Atriz, desbancando outras tantas atrizes que estavam na categoria como favoritas com seus filmes em destaque, como foi o caso de Scarlett Johanson, que finalmente foi indicada pela premiação para o prêmio por sua personagem no longa-metragem “História de Um Casamento”.

Sobre o filme, Reneé foi enfática ao falar que todos envolvidos no projeto estavam motivados pelo mesmo objetivo, pois apreciavam muito o trabalho e a importância que Judy Garland teve, e também como ela era como pessoa e, com este filme, a intenção era celebrar a vida da cantora.

A atriz comentou um pouco a respeito do processo em que buscaram material a respeito do legado deixado pela cantora, sua música, livros e entrevistas que poderiam ajudar na construção da personagem vivida pela atriz.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!