Pela segunda vez, a Justiça de São Paulo confirmou a validade do testamento deixado pelo famoso apresentador Augusto Liberato, mais conhecido como Gugu. As informações foram divulgadas pela coluna de Ricardo Feltrin, do UOL. Gugu Liberato morreu em novembro do ano passado, aos 60 anos, após ser vítima de um acidente doméstico em sua residência nos Estados Unidos.

Com isso, a família materna do apresentador comemora mais uma vitória na briga judicial envolvendo a médica e mãe dos filhos de Gugu, Rose Miriam di Matteo. Após a morte de Liberato, Rose acionou a Justiça pedindo o reconhecimento de sua união estável com o famoso, contudo, a família de Gugu alega que eles eram apenas amigos.

Rose vai recorrer

Depois de ter conhecimento da decisão, os defensores de Rose Miriam alegam que irão recorrer. Um de seus advogados, Nelson Wilians, chegou a dizer que o “desembargador analisou o recurso de forma superficial”.

Diante de tal decisão, a Justiça de São Paulo reafirma os direitos dos herdeiros, que foram citados por Gugu em um testamento lavrado e assinado em 2011. De acordo com o documento deixado pelo apresentador, seus três filhos, João Augusto, Marina e Sofia iram ficar com a maior parte da herança, 75%. Já os outros 25% restantes serão distribuídos entre os sobrinhos de Liberato. Maria do Céu, mãe de Gugu Liberato, também terá direito a uma pensão vitalícia.

Bloqueio dos bens

Novamente, Rose Miriam di Matteo teve seu pedido judicial negado. A médica pediu o bloqueio dos bens do apresentador, que atualmente estão sendo administrados por sua irmã, Aparecida Liberato, como inventariante e também curadora das filhas menores de Gugu, as gêmeas Marina e Sofia.

A decisão de não bloquear os bens de um dos apresentadores mais Famosos do Brasil, partiu do desembargador Galdino Toledo, que acabou identificando conflitos nos interesses de Rose e de seus filhos. Para ele, a médica está reclamando a parte de seus próprios filhos na herança.

Além disso, um documento assinado por Gugu e Rose, que está sob o poder da Justiça, esclarece que os dois nunca indicaram a vontade de viverem como um casal debaixo do mesmo teto.

Sendo assim, fica esclarecido que, como já havia sido dito anteriormente pela família do apresentador, ele e Rose nunca moraram juntos.

Pedidos negados

Rose Miriam acionou a Justiça apenas um mês após a morte do famoso. Contudo, até hoje todos os pedidos feitos pelos defensores da médica foram negados pela Justiça.

Vale ressaltar que um documento alega que Gugu e Rose não eram um casal, mas, na verdade, apenas parceiros de paternidade. Além disso, recentemente mais um personagem entrou nesta briga judicial. Desta vez, um suposto namorado de Liberato acionou a Justiça também pedindo uma parte da herança do apresentador.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!