Keith Middlebrook, ator norte-americano conhecido por ter composto o elenco dos filmes "Homem de Ferro 2" (interpretando Jason Miller) e "Jogada de Risco", tornou-se um dos principais assuntos desta sexta-feira (27) por ter sido preso pelo FBI.

Ator vende pílulas para o coronavírus

Segundo o TMZ, conhecido por noticiar assuntos relacionados a estas grandes celebridades, o ator teria sido preso na quarta-feira (25) por vender através de seu Instagram pílulas que prometem curar pessoas do coronavírus. Esta venda seria ilegal e pode enganar as pessoas, já que embora pesquisas estejam sendo feitas para tratar a pandemia, não há nenhum estudo conclusivo e nenhum medicamento comprovado cientificamente que cure o coronavírus.

Conhecido também por ser fisioculturista, o ator ainda teria utilizado o nome de Magic Johnson, ex-jogador de basquete, em suas vendas para que assim ele atraísse investidores que confiassem em sua reputação. Para tal, o ator dizia que o atleta de renome compunha o conselho administrativo da empresa de Keith Middlebrook e assim tornar o seu empreendimento mais confiável.

Ator acusa atleta da NBA de estar no esquema

Ao ser preso, o assunto começou a repercutir, e Johnson foi procurado para esclarecer a sua relação com o ator. De acordo com o TMZ, o ex-atletla ressaltou que não conhece Middlebrook, e negou ter qualquer envolvimento com a empresa dele. As pílulas vendidas pela empresa do ator não só tratariam o covid-19, como ele as vendida ressaltando que ela serviria para evitar que uma pessoa contraísse o coronavírus, de acordo com as autoridades dos Estados Unidos.

O ator de Homem de Ferro foi preso em flagrante ao tentar repassar as pílulas para um agente do FBI, que ao saber que havia um homem vendendo remédios prometendo cura, além de proteção as pessoas que não haviam sido infectadas, tentou se passar por cliente que desejava comprar a pílula de Middlebrook.

Segundo informações do TMZ, quando o ator foi preso, ele envolveu o nome de um dos maiores atletas do NBA no esquema envolvendo a sua empresa, dizendo que Magic Johnson compunha o corpo de empresários do esquema, entretanto, a acusação de Middlebrook não foi confirmada pelo FBI.

De acordo com o TMZ, o ator de 2,5 milhões de seguidores no Instagram poderá pegar até 20 anos de cadeia caso seja condenado, e foi indiciado por fraude eletrônica.

Precauções contra o coronavírus

Vale ressaltar que a pandemia do coronavírus tomou o mundo todo, e embora pesquisas estejam sendo desenvolvidas por universidades visando achar um remédio ou vacina para o coronavírus, não há nada comprovado e nem atestado por cientistas que funcione.

Para se proteger do coronavírus a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde está indicando o isolamento social para evitar que o vírus se dissemine, além de utilizar o álcool gel e lavar as mãos a todo momento, e não colocar as mãos na boca e nos olhos constantemente sem que as mãos estejam limpas. Para os que estão resfriados ou gripados indicasse que se utilize máscara para evitar que outras pessoas entrem em contato com secreção.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!