Na última terça-feira (17) aconteceu mais uma eliminação no "Big Brother Brasil 20". Na ocasião, o hipnólogo Pyong Lee foi o escolhido do público para deixar a 20ª edição do reality show. Ao todo, ele recebeu 51,70% dos votos dos telespectadores em um paredão que contou ainda com a presença do ator Babu Santana (47,71%) e da influenciadora digital Rafa Kalimann (0,59%).

Logo depois que Tiago Leifert anunciou a permanência de Babu na “casa mais vigiada do Brasil”, o arquiteto Felipe Prior procurou pelo ator para comemorar mais essa vitória. Os dois são aliados do jogo, e Prior já fez questão de ressaltar várias vezes que Babu é a única pessoa na casa em quem ele tem confiança.

Assim, na ocasião, o arquiteto disse ao amigo para chorar e colocar para fora tudo o que estivesse sentindo. Logo depois que a situação se tornou menos eufórica, Prior comentou com Babu que sentiu medo que ele fosse eliminado, visto que ele teria que continuar jogando sozinho, e permaneceria sozinho em boa parte do seu tempo na casa.

Na sequência, a dupla se dirigiu ao quarto do líder. No local, Felipe Prior chegou a falar sobre os seus sentimentos com Babu através de uma analogia com o futebol.

Na ocasião, o arquiteto afirmou que nunca viveu uma sensação como a que estava experienciando no momento, nem mesmo durante as competições esportivas das quais participou ao longo da vida. De acordo com Prior, ele nunca chegou a comemorar tanto alguma coisa, mesmo um gol do seu time do coração.

Pyong se torna o oitavo eliminado do reality show

Logo depois de ser eliminado pelo público, Pyong Lee se dirigiu ao estúdio para conversar com o apresentador Tiago Leifert. Os dois estavam sozinhos no local, visto que a Globo optou por fazer paredões sem plateia por algum tempo devido ao coronavírus.

Na ocasião destacada, os dois conversaram sobre os motivos que levaram à eliminação de Pyong e Tiago questionou os motivos do hipnólogo para recusar o colar do anjo, que Daniel Lenhardt e Ivy Moraes manifestaram várias vezes a intenção de lhe dar.

Sobre isso, Pyong afirmou que seguiu o que acreditava enquanto ainda estava confinado. Ele ainda afirmou que havia pessoas que ele gostava em risco de ir para o paredão no seu lugar caso ele aceitasse o colar. Dessa forma, ele preferiu fazer uma jogada arriscada por acreditar que poderia permanecer na casa.

Durante o bate-papo com Fernanda Keulla no Rede BBB, o hipnólogo voltou a afirmar isso e ainda destacou que o fato de ele ter desafiado Felipe Prior a indica-lo ao paredão poderia repercutir negativamente para os seus aliados caso ele aceitasse a imunidade, de forma que ele preferiu não fazer isso e correr o risco sozinho.

Não perca a nossa página no Facebook!