Na noite da última quarta-feira (11), aconteceu mais uma festa do líder no "Big Brother Brasil 20". Dessa vez, toda a temática, decoração, músicas e comidas que foram servidas durante a celebração foram escolhidas por Pyong Lee. O hipnólogo solicitou da produção até mesmo um espaço em que ele pudesse fazer as suas mágicas.

Além disso, se mostra válido afirmar que a mágica foi um tema geral da festa em questão. Nesse sentido, as roupas que os brothers receberam também estavam ligadas ao universo em questão. Eles puderam escolher entre chapéus e capas para comemorarem o encerramento da liderança de Pyong.

É possível afirmar que a festa teve início com um setlist de músicas pop. Conforme o prometido por Pyong Lee, a Música pop da Coreia, conhecida como k-pop, marcou presença nesse momento da festa e levou o brother para a pista, acompanhado de algumas de suas colegas de confinamento do "BBB20".

Entre as comidas presentes no cardápio foi composto por espetinhos de carne e alguns doces, como brigadeiros de brownies. Além disso, o cardápio ainda contou com outras comidas de origem coreana.

É válido destacar que logo depois que os brothers escolheram os seus acessórios e comeram um pouco, Pyong aproveitou o espaço de mágica para mostrar os seus talentos. Na ocasião, ele usou a cantora Manu Gavassi como assistente de palco.

Festa marcada por discussões

Apesar do clima descontraído do início da festa, alguns momentos tensos marcaram a noite na “casa mais vigiada do Brasil”. Os participantes Daniel Lenhardt e Felipe Prior tiveram uma nova discussão.

A briga da vez teve início quando Prior se aproximou do ator para perguntar se ele ainda estava agindo como se fosse “gado” de Marcela Mc Gowan ou se já havia aprendido a jogar por contra própria.

Daniel se irritou e os dois começaram a discutir na frente de todos os participantes.

Posteriormente, a discussão foi movida para o quarto e Felipe Prior acabou perguntando se o gaúcho havia recebido informações sobre ele quando ainda estava na casa de vidro. Na ocasião, Daniel disse que sim, mas que não gostaria de falar sobre elas por considerar pesado demais.

Essa atitude irritou Prior, que continuou pressionando o modelo para saber o que foi falado pelo público, afirmando que ele tinha uma família lá fora e, portanto, gostaria de saber como a sua imagem estava. Entretanto, Daniel continuou alegando que não falaria e que era algo pesado demais, que o fez ficar mal.

O brother somente revelou que isso tinha a ver com a conversa entre Prior e Mari, ainda na primeira semana de confinamento, a respeito de zoofilia, quando Marcela e Ivy entraram no quarto para saber o que estava acontecendo entre eles, então interromperam a discussão.

Siga a página Música
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!