Nesta última terça-feira (3) aconteceu mais uma eliminação no "Big Brother Brasil 20". O paredão era formado por Gizelly, Guilherme e Pyong. No entanto, os mais ameaçados de deixarem a casa do "BBB20" eram Guilherme e Pyong. O modelo acabou sendo o sexto eliminado do programa, e Pyong se safou mais uma vez.

Após o paredão, os brothers repercutiram o futuro do jogo agora, e Manu Gavassi resolveu perguntar para o hipnólogo qual seria a estratégia de jogo dele depois que todos que fazem parte do grupo oposto e que são mais distantes deles forem eliminados. "Quando sobrar só um de nós, como você vai agir?", questionou a atriz e cantora.

Pyong responde Manu com bom humor

O youtuber explicou para sister que depois que isso acontecer no confinamento, ele vai falar para elas fazerem o que quiserem, logo caíram todos na risada. Em seguida, ele explicou que acredita numa dinâmica mais pacífica entre os participantes, e mais equilibrada, quando eles terão a consciência de que vão precisar votar entre eles.

Rafa, que também participava da conversa, alegou que acredita que as justificativas serão diferentes, e Manu completo falando que as decisões serão ditadas pela afinidade.

Pyong ainda declarou que prefere chegar até este momento do jogo do que sair no caos que ainda está dentro do confinamento. O brother ainda questionou as sisters a respeito do paredão que aconteceu, se os outros participantes do programa acreditam de fato que ele iria sair do programa nesta berlinda, e recebeu a resposta positiva das duas.

Guilherme, no entanto, foi o eliminado da semana e deixou o confinamento com 56,07% dos votos. O modelo viveu uma disputa um tanto quanto acirrada com Pyong, que ficou com 43,29% dos votos, enquanto Gizelly foi a menos votada e conseguiu só 0,64% dos votos para ser eliminada.

O Paredão foi formado no último domingo (1º), marcado por momentos tensos entre os participantes.

Logo quando Ivy, a líder da semana, indicou Guilherme, Tiago Leifert informou que o indicado da semana poderia indicar igualmente uma pessoa para o paredão junto dele, e o modelo não pensou duas vezes, e chamou Pyong para acompanhá-lo.

Logo em seguida ele precisou dar uma justificativa do motivo que o levou ele a escolher Pyong, e pontuou a respeito das desavenças que havia tido com o hipnólogo no confinamento, e ainda tentou ressaltar a respeito do episódio em que Pyong foi chamado ao confessionário para receber uma advertência após se exceder em uma festa do programa.

No entanto, o momento foi marcado por uma interrupção de Tiago Leifert, que impediu do assunto ser tratado ao vivo, alegando que o assunto havia sido encerrado pela produção. No dia seguinte, na segunda-feira (2), em meio o jogo da discórdia Pyong tentou trazer o assunto novamente à tona, para criticar a atitude de Guilherme, e foi impedido também por Leifert de falar, e garantiu que não deixaria ele falar também porque o brother havia sido impedido anteriormente de tratar do mesmo assunto.

Não perca a nossa página no Facebook!