Durante a madrugada dessa sexta-feira (27), a cantora Gabi Martins afirmou que não vai chorar mais e que vai suportar ir ao paredão dessa semana.

Isso aconteceu depois que ela foi aconselhada por Rafa Kalimann e Manu Gavassi a tentar não transformar a situação em um drama. Manu também chegou a dizer para a amiga que disputar a permanência no "BBB" é algo natural e que faz parte do jogo de todos os participantes que estão no confinamento.

De acordo com a cantora, na sua visão, é algo bastante chato uma pessoa conseguir chegar até a final do "Big Brother Brasil" e não saber descrever qual é a sensação de precisar disputar um paredão.

De acordo com a cantora, ela sempre quis viver a experiência de forma completa, com direito à família indo vê-la no paredão e todos os outros pontos envolvidos nisso.

Ainda conversando com Gabi, Manu afirmou que a cantora não deveria “ficar choramingando” pelo fato porque isso não é demonstrar força. A cantora ainda sugeriu que a amiga deveria ser guerreira e que ela é alguém forte dentro do confinamento.

Rafa Kalimann, por sua vez, concordou com Manu e ainda afirmou para Gabi que ela não poderia ficar levando tudo o que acontece tão a sério assim e fazendo drama sobre as situações. De acordo com a influenciadora, esse comportamento pode fazer com que Gabi passe a vida sofrendo.

A blogueira ainda aconselhou a amiga a tentar encarar a situação com calma, visto que todos os participantes entram no Big Brother Brasil sabendo que ir para o paredão é uma parte importante do jogo.

Se mostra válido destacar que Gabi acabou emparedada em decorrência da prova do líder. Ainda antes que a disputa tivesse início, o apresentador Tiago Leifert esclareceu que a dupla que fizesse menos pontos estaria automaticamente na berlinda. Na ocasião, Gabi e Mari Gonzalez foram as duas pessoas que menos pontuaram durante a dinâmica.

Direito a prova bate e volta

Apesar de não ter falado para os participantes sobre a prova bate e volta, o apresentador explicou para o público ainda antes da prova do líder que essa semana contaria com a dinâmica em questão. A prova, por sua vez, poderá ser disputada por quatro dos cinco participantes que, inicialmente vão compor a berlinda.

Além disso, diferente de outras semanas do confinamento, duas pessoas terão a chance de se salvar e sequer precisar disputar a permanência na casa.

Sobre a formação de paredão, se mostra válido destacar que além de Gabi e Mari, ela ainda será composta pelo participante que receber o maior número de votos da casa e pelo indicado do líder, que conquistará o direito de contragolpe e poderá puxar alguém para a berlinda com ele, mudando completamente o cenário do jogo.

Não perca a nossa página no Facebook!