A influenciadora digital Bianca Andrade, a única mulher eliminada do "Big Brother Brasil 20", omitiu da Globo que havia participado do reality show "Soltos em Floripa", exibido pela plataforma de streaming Prime Video, antes de entrar no "BBB20".

De acordo com informações do colunista Daniel Castro, do site Notícias da TV, atualmente a Globo está estudando se é possível tomar alguma medida contra Bianca, visto que antes de entrar no reality show da emissora ela havia assinado um contrato de exclusividade bastante restritivo, que lhe impede, inclusive, de dar entrevistas para outras emissoras por um determinado período.

É válido destacar que no reality show do Prime Video, Bianca Andrade ocupa uma vaga de comentarista ao lado de Famosos como a cantora Pabllo Vittar e MC Carol. O programa possui um formato similar ao "De Férias com o Ex", da MTV, mas tende a possuir um tom mais explícito. Ainda no seu primeiro episódio, o programa contou com cenas picantes e explícitas.

Segundo as informações do Notícias da TV, "Soltos em Floripa" foi gravado de forma sigilosa ainda no final do ano passado. Isso aconteceu antes que Bianca fosse selecionada por Boninho, o diretor do BBB, para integrar o elenco da 20ª edição do programa.

Caso a influenciadora digital tivesse informado a Globo a respeito das gravações, ela seria vetada do reality show da emissora.

Contudo, como essa informação foi omitida, a Amazon, empresa responsável pelo Prime Video e por "Soltos em Floripa", acabou usando a imagem de Bianca para promover o programa. Com a sua nova fama, a influenciadora digital acabou se tornando a estrela das principais campanhas publicitárias do reality show da Amazon.

Bianca é usada como arma por concorrência

A estreia do programa aconteceu ainda na última sexta-feira (20), e mesmo tendo um contrato de exclusividade com a Globo, Bianca Andrade acabou se tornando uma “arma” da concorrência, que está se promovendo em cima da imagem construída por ela no "BBB20".

É válido destacar que essa não é a primeira vez que a emissora carioca e a Amazon entram em disputa. Ainda no ano passado, João Mesquita foi contratado pela empresa estadunidense, quando ele ainda era considerado o “todo poderoso” da Globoplay, plataforma de streaming da Globo.

Após essa contratação, Mesquita levou consigo todo o conhecimento que tinha a respeito das estratégias usadas pela emissora.

Ainda nesse mês, o streaming da Globo teve a oportunidade de dar o troco com a contratação de José Padilha para produzir uma série sobre a vereadora Marielle Franco. De acordo com informações do Notícias da TV, a Amazon não somente tinha interesse em Padilha como estava com um contrato pronto, dependendo somente da assinatura do cineasta.

Não perca a nossa página no Facebook!