Recentemente, o cantor Luciano Camargo viajou com sua família para a Itália. Seria uma viagem normal se não fosse o Covid-19, que vem assustando o Brasil e o mundo. Coronavírus é a doença temida no momento e já foi elevada ao grau de pandemia pela OMS. A taxa de mortalidade está estimada em 3,5% até agora. Alguns países têm diferenças entre si dos casos que já foram registrados.

Diante de fato preocupante, as filhas do irmão de Zezé Di Camargo estariam trazendo um descontentamento para algumas famílias da Escola onde estudam. Helena e Isabella voltaram da Itália e foram retomar seus estudos no colégio que fica em São Paulo, mas não foram recebidas muito bem.

Segundo informações passada pela colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, o cantor curtia férias na Europa com sua família, local onde o coronavírus infectou várias pessoas.

Isso explica o burburinho que causou a volta das crianças para escola, os pais dos alunos estão com medo que as primas de Wanessa Camargo possam ter sido infectadas pelo vírus e passar para outras crianças.

Reclamação de pais de alunos

Uma mãe, que não teve seu nome revelado, teria dito ainda que o vírus pode ficar incubado até vinte dias no organismo do infectado e que não acha justo que seus filhos não possam frequentar a escola e as filhas do famoso possam ir. Flávia Camargo, esposa de Luciano, explicou que a direção da instituição de ensino não proibiu suas filhas de frequentarem as aulas normalmente, nem após as reclamações de alguns pais.

Todo esse medo é por conta da repercussão sobre o Covid-19, lembrando que a Itália já foi bastante impactada, tendo cerca de quatrocentas pessoas mortas pelo coronavírus até o momento. O país se encontra em quarentena.

A jornalista Ilze Scamparini, correspondente da Globo na Itália, se emocionou na última terça-feira (10). Durante o jornal "Bom Dia Brasil", a profissional deu informações sobre o estado que o país se encontra em quarentena: “É uma situação difícil de definir.

Você não pode deixar ninguém entrar na sua casa, existe um medo coletivo que une as pessoas, mas que, ao mesmo tempo, as separa”, disse a Jornalista.