Na festa do líder de Pyong Lee realizada nesta quarta-feira (11), o clima dentro do "Big Brother Brasil 20" mostrou não estar um dos melhores. Em certo momento, o arquiteto Felipe Prior questionou se Daniel continuava sendo um “gado” dentro do reality show. Após, Daniel se mostrou inconformado, voltando a falar com o brother no quarto vila: ele disse saber muito bem quem queria do lado de fora da casa e que não devia ser chamado de gado. Prior se mostrou irritado, voltando a questionar as estratégias que o ator mostrou ter desde que chegou da casa de vidro.

O paulista indagou sobre os reais motivos de que Daniel não falava o que realmente escutou quando estava confinado na casa, chegando a perguntar se seu nome foi citado.

Conversa sobre zoofilia

Daniel, então, confirmou, mas no entanto, disse não queria expor o arquiteto no programa. O gaúcho disse que não iria falar porque foi machucado com o fato e, por isso, uma pessoa como ele não deveria estar dentro da mansão. "Não vou falar porque me machucou, mas é por isso que um homem desse não tem que estar na casa", disse.

Felipe Prior disse que, fora do reality, tem pai e mãe vendo todas as atitudes, pedindo para que Daniel agisse como 'homem' e revelasse o que tinha ouvido na casa de vidro. A discussão continuou, e Daniel disse que não iria falar pelo fato de envolver outra pessoa dentro do assunto.

Vendo o grande bate-boca entre os participantes, as sisters Marcela e Ivy entraram no quarto para poder entender o que estava acontecendo, se deparando com Daniel e Prior exaltados.

Após o momento, o gaúcho finalmente decidiu falar sobre o que estava lhe incomodando, se referindo aos comentários sobre zoofilia que Prior havia falado para Mari Gonzelez. O paulista se mostrou nervoso, dizendo que Daniel estava louco e proferindo xingamentos para o mesmo. A mineira Ivy gritou com os confinados e Marcela tentou intervir na discussão.

“Dani, não é hora, vocês estão alterados”, afirmou a médica.

Prior, irritado, disse que queria que Daniel falasse para a câmera o que ele falou dos animais. Daniel, então, tentou controlar as sisters que estavam no local, dizendo que iria concluir o diálogo com o arquiteto. O carioca Babu entrou no quarto, tentando fazer com que seu amigo fosse para a festa.

Felipe Prior, vendo as acusações, se justificou, ressaltando que, assim como Mari, havia sido chamado no confessionário, dizendo que tudo não passou de uma brincadeira e que Daniel não era ninguém para julgá-lo.

Por fim, o ator se exaltou, dizendo que não queria uma pessoa como Felipe Prior dentro da casa, mas que sua opinião pode não ser o que o público pensa, e que poderia sair como vencedor. O arquiteto, então, encerrou a discussão, saindo do quarto e dizendo que, primeiro Daniel devia aprender a beber, pois era um ‘moleque’, denominando o gaúcho como uma pessoa mimada.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!