A entrevista realizada por Drauzio Varella para o "Fantástico", onde o médico entrevistou Suzy de Oliveira, presa por um homicídio triplamente qualificado, após abusar e matar uma criança de 9 anos, gerou grande repercussão nas redes sociais, com muitas pessoas manifestando um grande repúdio e indignação com a emissora Globo.

Por conta de tamanho alvoroço, Drauzio Varela publicou um vídeo com pedido de desculpas para a família da vítima.

Com tamanha polêmica, Sonia Abrão, apresentadora do "A Tarde é Sua", da RedeTV!, decidiu falar suas opiniões sobre o fato, criticando o médico que é reconhecido ao redor do Brasil por décadas de trabalhos com pautas relacionadas aos direitos humanos.

De acordo com a apresentadora, a Globo fez com que o público fosse induzido ao erro, omitindo a verdade para quem estava assistindo o programa que foi ar no dia 1º de março.

Após as falas de Sonia Abrão, muitos internautas se mostraram contrários as opiniões da celebridade, não deixando barato e indo até a redes sociais comentar sobre o fato. Na noite desta terça-feira (10), Sonia foi duramente criticada no Twitter, parando nos Trending Topics brasileiros. Os internautas mostraram não esquecer dos acontecimentos passados, lembrando que, em outubro de 2008, a jornalista havia realizado uma entrevista com o assassino de Eloá Cristina.

Desculpas

Na terça-feira(10), após ver que estava sendo alvo de milhares de comentários maldosos na web, Drauzio Varella decidiu se pronunciar, fazendo um pedido de desculpas por conta da reportagem que foi ao ar para o "Fantástico".

Em seu desabafo, o oncologista que afirma poder imaginar a dor dos familiares da criança assassinada por Suzy, pedindo perdão para a família do menino que, de forma involuntária, acabou sendo envolvida em toda a repercussão.

Mãe de criança assassinada por Suzy está indignada

Nesta segunda-feira (9), uma entrevista com Aparecida dos Santos foi realizada para o programa "Alerta Nacional", transmitido pela RedeTV!.

Aparecida trabalha como doméstica, sendo a mãe de Fábio, menino de 9 anos que foi violentado e morto pela trans Suzy de Oliveira. A mãe mostrou estar indignada com o apoio que a presidiária vem recebendo das pessoas ao redor do Brasil.

Visivelmente emocionada, Aparecida desabafou sobre como foi o drama de perder seu filho. Na reportagem, ela revelou que, ao ver a matéria, sentiu dores de cabeça, ficando chocada quando a detenta recebeu um abraço do médico Drauzio Varella. “Receber abraços, receber cartinha e ainda um bombomzinho? Na prisão? Eu recebi o que nesses 10 anos?”, ressaltou.

Não perca a nossa página no Facebook!