Apresentador do “Primeiro Impacto”, do SBT, Marcão do Povo decidiu se pronunciar nas redes sociais após ter sido suspenso da emissora nesta quarta-feira (8), por fazer um comentário sobre o novo coronavírus. Na ocasião, Marcão sugeriu para o presidente da república Jair Bolsonaro, a criação de campos de concentração para todos os infectados pela COVID-19.

Através de seus Stories do Instagram, o jornalista falou sobre o caso e aproveitou para agradecer todos que escolheram permanecer do lado da verdade. Ao se pronunciar, o apresentador diz que tudo passa e Deus sabe a resposta de todos os questionamentos.

“A vida é assim”, disse Marcão do Povo, que completou dizendo que todos precisam pagar preços altos para “chegar onde Deus quer”.

Empresas ameaçam cancelar contratos com o SBT

De acordo com informações divulgadas pelo colunista do UOL Leo Dias, após o episódio polêmico do jornalista, quatro empresas estão cogitando a possibilidade de rescindir seus contratos com a emissora para merchandising no informativo matinal. Vale lembrar que o Marcão era como um “merchandete” no programa jornalístico e surgia em anúncios até nos horários da ancoragem de Márcia Dantas e Dudu Camargo.

Após o episódio, nesta quinta-feira (9), durante seis horas de transmissão, o telejornal não exibiu nenhum tipo de anúncio. Diferente disso, na quarta-feira (8), o “Primeiro Impacto” exibiu ao menos cinco ações, realizadas por três marcas diferentes e todas elas levavam o rosto de Marcão do Povo.

Na intenção de tentar evitar perder anunciantes neste momento, o SBT acabou pedindo para que tais marcas concedessem mais uma chance ao telejornal e chegou, inclusive, a oferecer um desconto para que as mesmas aceitassem gravas seus merchandisings com a apresentadora substituta do matinal, Márcia Dantas, que assumiu temporariamente o programa transmitido entre ás 7h15 e 10h30 na emissora de Silvio Santos.

Marcão do Povo é afastado do SBT

Toda essa polêmica envolvendo o nome do jornalista teve início depois que Marcão do Povo deu sua opinião sobre o novo coronavírus, que atualmente preocupa todo o mundo. Na ocasião, Marcão disse que seria interessante o presidente pegar “o Exército, a Aeronáutica, a Marinha” e assim criar um campo de concentração contendo equipamentos mais sofisticados, onde, segundo o jornalista, deveriam ficar todos os infectados pela COVID-19.

Depois disso, em uma reunião realizada pela cúpula da emissora de Silvio Santos, na última quarta-feira (8), foi decidida a suspensão temporária do apresentador do “Primeiro Impacto”. Em uma nota oficial, a emissora disse que Marcão utilizou seu programa para dar uma opinião pessoal sobre um assunto delicado, a COVID-19. Lamentando o ocorrido, o SBT ressalta que o jornalista agiu de forma contraria aos princípios da empresa.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!