Na noite da última terça-feira (7), aconteceu mais uma eliminação no "Big Brother Brasil 20". O programa está se aproximando de sua reta final e tem a sua final prevista para acontecer no dia 23 de abril e está acelerando as suas eliminações, de forma que a 11ª e a 12ª aconteceram em um intervalo de apenas 3 dias.

A médica Marcela Mc Gowan acabou deixando o confinamento em um paredão bastante acirrado, disputado com Flayslane Raiane e Babu Santana. A médica recebeu 49,76% dos votos dos telespectadores do "BBB20" contra os 49,16% de Flayslane, sua concorrente direta nessa disputa. Babu, por sua vez, teve apenas 1,06% dos votos do publico, uma das menores porcentagens da temporada.

Alguns minutos antes de informar quem foi o eliminado da noite, o apresentador Tiago Leifert avisou aos telespectadores que a disputa entre os três havia alcançado 295 milhões de votos, um número bastante expressivo, em especial em relação ao paredão anterior, que não chegou à marca dos 200 milhões.

Ao fazer o seu discurso de eliminação, Leifert alertou, novamente, que um paredão não é uma resposta, mas sim somente um resultado, e alertou para o fato de que todos os participantes presentes na casa, em um momento ou outro, já foram cancelados pela internet. O apresentador afirmou que até ele mesmo chegou a ser, ainda nas primeiras semanas do confinamento, chegando a se ausentar das redes sociais devido a isso.

Na sequência, Tiago Leifert falou sobre o medo que os brothers sentem desse cancelamento e sobre como a busca do público pela perfeição em um participante, ainda que a intenção possa ser boa.

Posteriormente, deixando claro que a eliminada seria Marcela, o apresentador destacou que fadas não existem e que seria uma pressão enorme em cima de qualquer um tentar agir de acordo com esse estereótipo ou sustentar a perfeição durante o programa no formato do Big Brother Brasil, que foi comparado pelo apresentador com um moedor de carne.

Resumo de todos os outros paredões do 'BBB20'

Ao final de sua fala, Leifert afirmou que o paredão dessa semana funcionava como uma espécie de resumo de todos os outros que aconteceram desde a primeira semana do confinamento. Ele ainda alertou sobre o fato de que havia avisado que as coisas mudavam rapidamente e as informações da casa de vidro não seriam válidas no decorrer do programa todo.

Então, Tiago Leifert anunciou a eliminação de Marcela.

Após o anúncio, a advogada Gizelly Bicalho e a modelo Ivy Moraes, as duas principais aliadas da médica no jogo, choraram bastante e abraçaram a eliminada da noite, que se despediu da casa afirmando que sentia muito orgulho de ter participado dessa edição do "BBB".

Não perca a nossa página no Facebook!