O novo modelo de apresentação dos cantores Famosos para os fãs que se encontram isolados por causa do coronavírus pode render uma dor de cabeça para Gusttavo Lima, o criador do movimento de lives show no YouTube. Depois da primeira apresentação do sertanejo, muitos colegas seguiram o exemplo e estão se apresentando para os fãs, direto de suas casas.

Muitos foram os cantores famosos que aceitaram os pedidos dos fãs e já se apresentaram fazendo uso das lives no YouTube. Os famosos estão conciliando a apresentação como forma de manterem uma renda em tempos de quarentena e aproveitando também para arrecadar alimentos para doações.

Live de Gusttavo Lima e bebidas alcoólicas

As apresentações de Gusttavo Lima em suas lives renderam muitos memes e agitaram a internet, visto que nas duas versões do 'Buteco em Casa', o cantor exagerou no consumo de bebidas. Na primeira apresentação, de cinco horas, no dia 28 de março, e de mais de sete horas de duração, no último sábado (11), o cantor fez propaganda de uma marca de cerveja e consumiu também outras bebidas destiladas.

Fato é que o Conar, Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária, não viu com bons olhos o consumo de bebidas pelo cantor em suas lives e entrou com uma representação ética contra o sertanejo e contra a Ambev, responsável pela ação publicitária da cerveja divulgada.

Nas redes sociais as campanhas publicitárias eram intituladas como 'Live Gusttavo Lima- Buteco em Casa' e 'Buteco Bohemia em Casa'.

Denúncias contra Gusttavo Lima e Ambev

As representações contra a Ambev e contra Gusttavo Lima surgiram após denúncias de consumidores que consideram que as ações publicitárias a respeito de bebidas alcoólicas devem um cuidado maior, visto que estão faltando mecanismos para restringir o acesso da lives a menores de idade.

Vale lembrar que além de Gusttavo Lima, outros artistas também estavam fazendo propaganda de bebidas em suas apresentações e ingerindo a bebida de forma excessiva, o que para o Conar serve como a um estímulo irresponsável do produto. Entre esses artistas podemos citar os cantores Bruno e Marrone, Jorge e Mateus, Mateus e Kauã e muitos outros.

Para o Conar, os cantores estão investindo alto na produção de lives e contando com muitos patrocinadores, isso tudo diante da nova realidade mundial de combate ao coronavírus.

Para o Conar, a nova forma de apresentações do artistas devem conciliar os princípios da comunicação comercial com a divulgação com responsabilidade de bebidas alcoólicas, mas sem deixar de tomar os cuidados para que isso não seja difundido para as crianças e adolescentes. O artista e a Ambev serão julgados pela Conar e poderão receber punições, mas com direito a apresentação de defesa pelas partes.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!