Em tempos de pandemia devido ao novo coronavírus, a economia mundial tende a se estagnar devido à baixa produtividade de seus setores econômicos.

Outro fator que está prejudicando a economia mundial é a orientação da Organização Mundial da Saúde para que as populações façam um isolamento social seguido de quarentena, como forma de conter o avanço desse vírus tão perigoso. Sendo assim, shows, cinemas, gravações de novelas, filmes e etc, prejudicaram e muito o mercado publicitário.

Uma alternativa encontrada pelo mercado publicitário, foi o envolvimento em shows online promovidos pelos cantores direto de suas residências.

As informações sobre esse mercado de anúncios comerciais foram apuradas pelo colunista do portal UOL Leo Dias.

Publicidade em lives

Uma nova direção começou a ser traçada pelo mercado publicitário brasileiro. A suas verbas que seriam destinadas à publicidade na Televisão, começa a movimentar-se e migrar para as lives dos cantores pela plataforma de vídeos mais conhecida do mundo, o YouTube.

O colunista do UOL teve acesso aos preços que forma cobrados durante a transmissão online do cantor Wesley Safadão no último sábado (18). Só para a empresa aparecer no show online, é cobrado um preço de R$ 100 mil. Agora, se o anunciante quisesse que o cantor falasse sobre o seu produto, o preço foi de R$ 150 mil. Outras formas de anúncios são:

  • Um vídeo de propaganda de 15 segundos: R$ 100 mil;
  • Mídia digital: R$ 80 mil;
  • Agradecimento e testemunhal: R$ 60 mil.

Custos de outro artistas

Segundo o colunista do portal UOL Leo Dias, existem rumores de valores acercas de outras lives realizadas.

Os casos especulados, envolve a da cantora Marília Mendonça, Gusttavo Lima e da reunião dos 'Amigos'.

No show online da sertaneja Marília Mendonça, que foi realizado na última sexta-feira (17), os valores envolvidos estavam próximos de R$ 500 mil. Já do astro sertanejo Gusttavo Lima, que fez no último sábado (11), onde especula-se que ele tenha cobrado um preço promocional de R$ 300 mil.

Por último, a live que reunirão Zezé Di Camargo e Luciano, Chitãozinho e Xororó e Leonardo, que está marcada para esta segunda-feira, dia 20, está especulada em pagamento por publicidade em torno de R$ 400 mil.

Regras do YouTube

Em reportagem publicada pelo colunista Leo Dias, ele expôs as regras comportamentais que a plataforma começou a implantar no Brasil.

Ainda falou-se que a plataforma reuniu naquela semana produtoras, gravadoras da equipe dos artistas para deixar claro a proibição de bebidas alcoólicas em cena e a restrição para propagandas.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!