Uma nova polêmica está surgindo contra o apresentador Marcão do Povo, do "Primeiro Impacto". Famoso por comandar o programa jornalístico do SBT (Sistema Brasileiro de Televisão), o apresentador foi bastante hostilizado pelas redes sociais e também por alguns jornalistas após uma fala polêmica sobre o coronavírus.

Na última semana, enquanto noticiava a respeito da mortes pelo novo coronavírus, doença essa que já vitimou ao menos 1.230 pessoas no Brasil, Marcão acabou sendo polêmico ao dizer que deveria existir um ''campo de concentração'' para as pessoas que tivessem sido contaminadas com o coronavírus.

Depois de proferir essas palavras em rede nacional, muitas pessoas que acompanhavam o programa ficaram surpresas com a fala do apresentador.

Sobre essa polêmica, muitos jornalistas se posicionaram contra o posicionamento do apresentador, inclusive, os pertencentes ao SBT. Na última sexta-feira (10), os jornalistas enviaram uma carta de repúdio às declarações ditas pelo apresentador após ele tomar uma suspensão de 15 dias.

O UOL teve acesso à carta escrita pelos jornalistas. Nela, os profissionais afirmam que o apresentador não seguiu com várias das recomendações impostas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e ressaltam que a fala do apresentador é inadmissível e não condiz com a postura atual adotada pelo SBT.

O comando jornalístico do SBT é administrado por José Occhiuso, que afirma já ter tomado ciência do caso, mas ainda não definiu o desfecho dessa história envolvendo o apresentador Marcão, do 'Primeiro Impacto', que passa em todas as manhãs no SBT.

Apesar da tamanha polêmica, Marcão ainda não se pronunciou sobre o caso.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!