Marcão do Povo decidiu se pronunciar nesta segunda-feira (13) sobre a polêmica que envolveu seu nome nos últimos dias. Tudo começou depois que o jornalista usou seu programa do SBT, “Primeiro Impacto”, para sugerir ao presidente campos de concentração para os infectados com a Covid-19. Depois disso, a emissora de Silvio Santos decidiu suspender o jornalista, que chegou a pedir desculpas por suas declarações através das redes sociais.

Para começar a falar sobre o assunto, Marcão do Povo citou ter sugerido uma ideia no dia 07 de abril, com o intuito de contribuir com a pandemia de coronavírus que atualmente preocupa todo o mundo.

Em seguida, Marcão diz que sua sugestão era a realização da junção de todos infectados com a doença, para assim, “serem tratadas em um mesmo local”.

O jornalista ainda deixa claro que, em sua ideia, os infectados teriam um tratamento médico digno e eficiente, e assim evitaria a criação de diversos postos de atendimento por todo o país, o que, segundo Marcão, tem um custo mais elevado.

Marcão do Povo pede desculpas

Ao se pronunciar, o profissional ainda aproveitou para pedir desculpas dizendo que, como todos devem saber, um programa televisivo está “sujeito a erros e palavras mal colocadas”. Por isso, o jornalista pede suas “sinceras desculpas” ao se referir a sua ideia como “campo de concentração”, quando na verdade deveria se referir a mesma como “hospital de campanha”.

Em seguida, Marcão do Povo pede ainda para que as pessoas prestem atenção e vejam que durante toda sua mensagem, ele jamais pretendeu fazer referência às práticas nazistas, e esclarece dizendo que tudo não passou de “uma palavra mal colocada” que acabou gerando uma repercussão negativa do ocorrido. "Como vocês bem sabem, programa de televisão transmitido ao vivo está sujeito a erros e palavras mal colocadas, onde peço aqui as minhas sinceras desculpas pelo uso indevido da palavra “campo de concentração”, disse.

Por fim, o jornalista reforça repudiar “qualquer tipo de discriminação”, e pede suas “sinceras desculpas” a todos que acabaram se sentindo ofendidos com suas declarações.

Jornalistas pedem a saída de Marcão do SBT

Após toda esta repercussão envolvendo o nome do profissional da comunicação, vários jornalistas do SBT pediram através de uma carta que Marcão deixe a emissora de Silvio Santos definitivamente após o fim de sua suspensão.

Tais informações foram divulgadas pelo site de notícias UOL.

Nesta carta, jornalistas alegam que o profissional não seguiu as recomendações da Organização Mundial de Saúde, a OMS, e nem as recomendações da emissora, colocando assim seus colegas de profissão em risco. Em um trecho, tais profissionais alegam que as declarações de Marcão do Povo não condizem com a história da emissora, e determinam que o mesmo não é digno de trabalhar no SBT.

Atualmente, a carta está nas mãos do diretor de jornalismo da emissora, José Occhiuso, e, de acordo com o UOL, a mesma foi assinada por quase todos os jornalistas do SBT, exceto Dudu Camargo.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!