Leo Dias decidiu escrever um texto de desabafo para o Blog do Adicto e para sua conta oficial do Instagram neste último domingo (12). Em sua rede social, anexando um vídeo onde o cantor Nando Reis aparece cantando a canção “All Star”, Leo Dias desabafou sobre sua dependência química na legenda.

Citando dois artistas que também sofreram com dependência química, Amy Winehouse e Cazuza, o colunista do UOL escreveu sobre as formas mais cruéis “de se atacar um viciado”. Em seguida, Dias diz que por ser uma figura pública muitas pessoas se incomodam com suas publicações, mas ressalta que “os ataques mudaram”.

Leo conta que tais ataques diminuíram bastante, mas também “mudaram o teor”.

Leo Dias conta que antes de assumir sua dependência em drogas, ele era xingado de diversas coisas, desde “fofoqueiro” até “lixo humano” e “viado”. “Agora, não”, conta o jornalista, que ressalta apenas ser atacado hoje por sua “condição de adicto”. Em seguida, Leo ressalta que, como já era de se esperar, isso lhe entristece, porém, ele diz que antes de assumir sua dependência “era bem pior”.

Na época, antes de assumir seu uso de ilícitos, Dias diz que a opinião de terceiros lhe abalava demais, ainda mais quando as criticas vinham de uma pessoa famosa. “Eu desmoronava”, confessou o jornalista. Leo diz que após ter falado publicamente sobre o assunto ele acabou desarmando as pessoas que queriam lhe atacar.

Isso porque não fazia mais sentindo uma pessoa lhe atacar sobre algo que ele mesmo já havia exposto publicamente.

Leo Dias menciona preço da exposição

Ainda durante seu desabafo no Instagram, Leo Dias confessou que ter falado abertamente sobre este assunto também teve um preço alto. “Pago centavo por centavo”, disse o colunista, ressaltando raramente aceitar conceder uma entrevista sobre o tema “drogas”.

Leo diz se achar bem mais interessante do que este assunto, mas confessa que existe um sério fator que faz com que as emissoras de televisão adorem falar sobre este assunto com ele: “eu choro fácil”.

Colunista fala de famosos que sofrem com dependência

Em seu post, Leo Dias também mencionou alguns Famosos que também sofreram com a dependência em drogas.

O colunista diz que Cássia Eller sempre lhe representou bem com suas atitudes raivosas, e diz que a música “Exagerado”, de Cazuza, é uma das músicas que mais traduz a vida de um dependente químico. Leo diz que por conta dos ilícitos a vida dos dependentes “é de extremos”, e ressalta que a droga é a responsável por uma “montanha russa de emoções”.

Além dos nomes citados acima, Dias também mencionou em seu desabafo a cantora internacional Amy Winehouse, que morreu aos 27 anos vítima de overdose. Sobre a cantora, o jornalista disse que suas músicas representaram o relacionamento mais importante de sua vida. Além disso, o colunista também disse que este relacionamento chegou ao fim por causa de seu vício e drogas, e ressalta que foi seu ex-companheiro que contou para seus país que ele "estava mega tomado pela cocaína”.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!