O colunista Leo Dias, do portal UOL, e o apresentador do "BBB20" e "The Voice", Tiago Leifert, andam se estranhando na internet. Isto porque o jornalista soltou uma nota no último domingo (19), fazendo insinuações de que Gilberto Leifert, pai do apresentador, teria alguma influência na decisão do Conar contra o cantor sertanejo Gusttavo Lima. Tiago usou as suas redes sociais para rebater a teoria do colunista, afirmando que seu pai estava aposentado. "...nem sabe quem é Gusttavo Lima", disse. Porém, nesta terça-feira (21), o jornalista do UOL publicou uma carta aberta endereçada ao apresentador do "Big Brother Brasil".

Texto de Leo Dias para Tiago Leifert

O colunista do portal UOL, Leo Dias, iniciou sua mensagem para Tiago Leifert falando sobre a admiração e respeito que tem por ele, porém, que o desmereceu em sua matéria sobre a influência do Conar. "Sempre naquele tom de me tratarem como um louco", disse.

O ex-apresentador do programa "Fofocalizando" iniciou deixando claro que não apoia nenhum tipo de manifestação contra a Rede Globo de Televisão e, muito menos, tem alguma ideologia partidária. Ele ainda afirmou que uma maneira de acabar com essa suposta manipulação da emissora dos Marinho é o controle remoto (mudando de canal). Porém, Leo diz que vai falar sobre a relação de rompimento entre Globo e Gusttavo Lima.

Gusttavo Lima X Globo

O jornalista iniciou o relato dizendo que o cantor sertanejo Gusttavo Lima ficou por longos oito anos com a gravadora Som Livre e que, nesta época, ele crescia nas plataformas digitais, que hoje são aprincipal forma de ganhar dinheiro dessas gravadoras.

No ano de 2018, o sertanejo pediu apoio para a Som Livre em um projeto em que ele seria o 'Embaixador' de Barretos. Porém, a gravadora preferiu voltar sua atenção para o cantor Luan Santana. Vendo isto, Gusttavo Lima sentiu-se desprestigiado e deixou a empresa global, indo para a rival Sony Music e, mesmo assim, ele continuou crescendo assustadoramente.

Globo ataca Gusttavo Lima, segundo colunista

Segundo o colunista Leo Dias, a Globo atacou Gusttavo Lima, pois, coincidentemente, desde 2018, o 'Embaixador' não aparece em mais nenhuma programação da Rede Globo de Televisão. O cantor anunciou no mês de maio de 2019 o 'Buteco do Gusttavo Lima' que ocorreria no dia 12 de outubro do mesmo ano, no estacionamento do estádio Mané Garrincha.

O que a emissora fez? Anunciou para o mesmo dia, só que dentro do estádio Mané Garrincha, o Festival Festeja (projeto da Som Livre e que tem transmissão da Globo). "2 show no mesmo dia e no mesmo local? Você acha isso normal, Tiago?", disparou Leo Dias.

Leo Dias ainda disse que a emissora carioca já apoiou a ditadura militar e depois voltou atrás e que, nos tempos atuais, já sabe o significado das respostas de CGCom, ou seja, se a nota falar que não irá comentar o assunto, é porque é verdade.

A Globo e seus inimigos

Leo Dias levanta a próxima questão perguntando o que o canal faz com aqueles que são seus inimigos declarados. Na resposta ele disse que ela usa alguns órgãos como o Coselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária, o Conselho Executivo de Normas Padrão e Associação Brasileira de Agências de Publicidade, para atacar os seus inimigos.

Ele ainda levantou uma questão intrigante de que como seria possível a Globo possuir 35% da audiência no Brasil e, mesmo assim, ter 80% da publicidade nacional.

Por fim, Leo Dias levantou uma outra dúvida para Tiago Leifert. O colunista disse que o mercado de publicidade no Brasil está cercado de incertezas, isso porque as verbas destinadas à televisão estão começando a ser destinadas para as lives. "Há coisas, Tiago, que são muito maiores do que a gente imagina. E às vezes o mundo precisa de um louco para abrir os olhos dos sãos", finalizou o colunista.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!