Ainda na última terça-feira (28), a apresentadora Mara Maravilha veiculou uma notícia falsa durante o "Fofocalizando", programa exibido pelo SBT durante a tarde.

De acordo com a apresentadora, a notícia circulava na internet e informava que o governo federal havia encomendado máscaras da China. Segundos as informações exibidas por Mara nessa ocasião, todas as máscaras estariam infectadas pelo novo coronavírus.

Após compartilhar a notícia, a apresentadora foi repreendida por Gabriel Cartolona. Contudo, para além disso, Mara acabou se tornando alvo de uma verdadeira conspiração nos bastidores. As informações foram veiculadas pelo site Notícias da TV.

De acordo com o site, é possível afirmar que Mara chegou a ser comparada a Lívia Andrade, que também apresenta o programa em questão e passou cerca de um mês afastada da atração do SBT por ter divulgado a notícia falsa de que igrejas evangélicas vendendo álcool em gel ungido durante este período de pandemia.

A declaração de Lívia Andrade acabou irritando líderes da Igreja Universal. Silvio Santos, dono do SBT, é amigo de Edir Macedo, líder da Igreja Universal, e Lívia acabou sendo suspensa do "Fofocalizando".

Assim, o clima nos bastidores do programa do SBT é bastante parecido para Mara Maravilha. De acordo com o Notícias da TV, os desafetos da apresentadora nos bastidores da emissora já estão pedindo para que ela tenha o mesmo destina de Lívia Andrade e seja afastada do programa.

Falas de Mara tiveram peso menor do que as de Lívia

Segundo as informações de fontes do Notícias da TV, as falas de Mara Maravilha acabaram não tendo o mesmo peso do que as de Lívia Andrade para a direção do Fofocalizando.

De acordo com os diretores, a apresentadora não tratou a notícia como se fosse algo real, mas sim contou sobre uma coisa que recebeu por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp.

Além disso, de acordo com o site em questão, a informação falsa dada pela apresentadora não chegou a incomodar nenhum amigo de Silvio Santos, o que fez com que a sua repercussão fosse bem menor nos bastidores. Dessa forma, uma punição para Mara não está sendo cogitada.

Ao falar sobre o assunto em questão, Mara Maravilha destacou que a pauta do programa sempre é passada com o diretor e a produção antes que o 'Fofocalizando" vá ao ar.

Assim, ela apenas comentou que isso está circulando nas redes sociais, e Gabriel chegou a questionar se isso não seria uma teoria da conspiração e lembrou que os fatos precisavam ser apurados.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!